ENTRAR NA PLATAFORMA
Aumento da emigração de brasileiros

  Repúdio migratório


 Coincidente ao filósofo espanhol George Santayana, ''aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo''. O aumento da emigração de brasileiros, especilamente pelo alto índice de violência e segurança escassa, não é um problema hodierno. A julgar, tal questão tem se tornado uma vicissitude desde o aparecimento de crises ao longo dos governos brasileiros, de maneira iminente a empréstimos e dívidas externas; a procura por um bem estar social, assim declarado os EUA, foi motivo para tanta emigração. Tal-qualmente, na contemporaneidade, as dificuldades a vetar o grande número de emigraç?es implicam no regresso social. Nesse contexto, há dois fatores que não podem ser negligenciados, como a xenofobia e o esquecimento da nação pelo indivíduo.


 A priori, cabe pontuar que a xenofobia é um problema oriundo de emigraç?es, o preconceito correlação a nacionalidade e culturas diferentes persiste em vários países. O filme ''Harry Potter'' exp?e cenas de preconceito e perseguiç?es, a fim de demonstrar o impasse de aceitar uma origem diferente, condizente ao fato dos países propensos a emigraç?es. Dessa forma, a questão da xenofobia deve ser resolvida, visto que, promulgada pela Constituição Federal de 1988, o direito de ir e vir é cláusula pétrea, ou seja, não é possível violar esse direito de humanos racionais.


 A posteriori, convém frisar que por conta da onda de emigraç?es, o território brasileiro vive um esquecimento da identidade nacional. De acordo com estatísticas extraídas da Receita Federal, cerca de 21.000 brasileiros migraram para os EUA em 2017, certamente profissionais em busca de melhores condiç?es de vida. A modernidade líquida, descrita por Zygmunt Bauman, possui relação com tal esquecimento, posto que, com a ampliação do mercado e revoluç?es que promoveram o aparecer dos meios de transportes, possibilitou instabilidades e incertezas acerca de manter a vida no território nacional. Diante disso, crises e o declínio da qualidade de vida são fatores da perda da nacionalidade por parte dos indivíduos.


 À luz do exposto, adverte-se que medidas são fundamentais para atenuar a problemática. Mediante à afirmação do escritor Goethe: ''a maior necessitude de um Estado é a de governantes corajosos''. Para que a emigração de brasileiros seja amenizada, urge que o Ministério do Trabalho faça aç?es que visam uma melhora efetiva na qualidade de vida dos brasileiros, por meio da criação de núcleos corporativos que possam aumentar o número de vagas de emprego para servir aos desempregados; além de ampliar o salário e declinar impostos desnecessários, para que a expatriação receba déficit. Outrossim, é imprescindível que a mídia solucione o problema da xenofobia, por meio de campanhas atribuídas em colégios, a fim de apresentar que o mundo engloba culturas e pessoas diferentes. Logo, poder-se-á afirmar que a pátria educadora ofereça mecanismos exitosos para que as emigraç?es não sejam mais um problema no Brasil.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde