O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Assédio por intrusão (stalking)

O sol da liberdade


"Assédio" caracteriza-se como atos ou insinuações que geram desconforto, rebaixamento, danos psicológicos ou físicos entre tantas outras consequências negativas. De maneira contraditória tais atitudes nocivas têm-se perpetuado exponencialmente com a adesão dos avanços tecnológicos e redes sociais, originando o assédio por intrusão, ou também "stalking". Tal modalidade caracteriza-se por obsessão e ações persecutórias, além de espionagem e invasão de privacidade, o que fere direitos da vítima e se enquadra como diversos delitos. Essa postura deve, portanto, ser condenada e seus efeitos revertidos garantindo a segurança e bem estar dos cidadãos.


A princípio, a indústria cinematográfica durante anos moldou a mentalidade social ao romantizar condutas obsessivas como clichês principalmente em comédias românticas, criando a noção de que se trata de uma estratégia sentimental e não um distúrbio emocional. Nesse contexto, a película "Diário de uma paixão", aclamada pela crítica, mostra o personagem de Ryan Gosling obcecado pela personagem de Rachel McAddams por quem se apaixonou, a ponto de ameaçar suicídio para que ela aceitasse seu pedido de encontro. Tais ideários distorcidos são vendidos como histórias de amor com finais felizes onde, em nome desse nobre sentimento, todo feito é visto de maneira paciva, podendo até mesmo ferir os desejos de uma das partes. A falta de representação do respeito mútuo em filmes amorosos, portanto, desencadeia uma consciência errônea que gera paranóia, ansiedade e transtornos psicológicos.


Em segundo plano, o advento das mídias sociais e o expressivo aumento da exposição digital enevoaram na população o limite entre público e privado, ou seja, até que ponto é permitida a intrusão de terceiros em assuntos ou rotinas pessoais. Consoante o sociólogo Zygmunt Bauman, a geração vigente habita a modernidade líquida em que "A invisibilidade é equivalente à morte", porém a carência dos frágeis laços afetivos hodiernos e a maciva disponibilidade de informação acerca de pessoas físicas online ocasionam quebra das fronteiras consideradas saudáveis nas relações interpessoais. Desse modo, tal fixação resulta em monitoramento constante, gestos públicos incômodos e até comportamento físico ou verbal violento o que desenvolve variados danos à vítima.


Em suma, é notável a persitência do assédio por intrusão na sociedade brasileira e sua necessidade de interrupção. Posto isso, cumpre ao Ministério da Justiça juntamente com grandes mídias nacionais elaborarem propagandas conscientizadoras e videos proativos, orientando vítimas sobre como identificar e proceder em caso de stalking e propagando a sensação de seguridade jurídica para essas. Ademais, cabe as instituições escolares ministrarem palestras e exercícios coletivos que ensinem o respeito ao próximo, a obediência aos limites impostos pelo outro e o acatamento construtivo da negação e rejeição a fim de moldar cidadãos emocionalmente sensatos. Somente assim, o país fará juz à letra de seu hino e o sol da liberdade poderá brilhar em raios fúlgidos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!