ENTRAR NA PLATAFORMA
Assédio por intrusão (stalking)

                      A série You apresenta a perspectiva de um stalker que faz tudo por sua vítima, inclusive cometer crimes perversos. Fora da ficção, percebe-se que tal situação também ocorre, pois o stalking tem se tornado cada vez mais comum não apenas no Brasil, mas atualmente é um mal da contemporaneidade. Sendo assim, cumpre ressaltar a importância de controlar o compartilhamento das redes sociais e estar atento as medidas que o Estado disponibiliza para conter a questão.

               Em primeiro plano, faz-se necessário detacar que as pessoas expõem-se de forma excessiva na internet. Segundo dados da Comscore, de julho de 2019, o Brasil é o país que mais está conectado às redes sociais na América Latina. Desse modo, o maior acesso acompanha a maior exposição, visto que nos dias de hoje as pessoas compartilham o que consomem, onde estão etc. Consequentemente, o perseguidor possui acesso ao que precisa sobre a vida da vítima, facilitando a sua perseguição. 

                      Ademais, é preciso que os cidadãos estejam cientes sobre o que é possível fazer ao sentirem-se violados. No Brasil, não há uma lei específica para o stalking, então a conduta é enquadrada no artigo 65 da Lei de Contravenções Penais que condena de quinze dias a dois meses de prisão aquele que molestar ou perturbar a tranquilidade de alguém. Dessa maneira, é possível observar que por mais que a prática seja perigosa e atinja inúmeras pessoas, ainda não está sendo penalizada de forma concreta pelo Sistema Penal Braileiro.

                     Portanto, nota-se que é fundamental ter atenção com o que é publicado na web e, em caso de assédio, estar inteirado das medidas legislativas. Por isso, é importante que o Congresso Nacional, através de votação, aprove uma lei própria para punir casos de stalking no Brasil, a fim de condenar de forma característica o criminoso.  Além disso, é de extrema importância que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgue, por meio de verbas governamentais, em grandes mídias os perigos da superexposição na internet. Logo, será possível evitar casos como o da série You.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde