use o cupom aprovado21 e ganhe + 21% de desconto extra 21% OFF

As queimadas e a preservação do meio-ambiente

De acordo com INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o número de queimadas entre 1 e 30 de junho de 2020 é o maior dos últimos 13 anos. Foram detectados  2.248 focos de queimadas no bioma Amazônia maior índice desde 2007. As queimadas afeta em uma escala a vida humana e ambiental onde se perde biomas, espécies de animais contribuindo para um problema ambiental.


As queimadas causam consequências para humanidade, com a emissão de gases poluentes além de contribuir para o efeito estufa, acaba causando doenças respiratórias em pessoas como: asma, bronquite, rinite e a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica).


O calor do fogo das queimadas altera as caracteristicas do solo, diminuindo a capacidade de infiltração de água no solo, provocando seu ressecamento causando, uma perda enorme nos biomas. Além de afetar a vida humana e dos biomas, atinge também diversas espécies que tem seu habitat perdido por causa da queimadas, fazendo os mesmos migrarem para locais urbanos ou até mesmo serem extintos.


Medidas de cunho Federal, tinham que atuar mais nessas áreas, criando leis contra incêndios criminosos e apoiando grupos que atuam para combater as queimadas. O incentivo de debates e campanhas devia ter um grande apoio para que as pessoas conheçam o risco que as queimadas causam à vida humana e ambiental.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!