ENTRAR NA PLATAFORMA
As novas configurações da família contemporânea no Brasil

Na série espanhola Elite Samuel é criado por sua mãe, Lucrécia criada pelo pai, Polo criado por duas mães, e existe ainda um trisal. Neste cenário, essas representações não permeiam apenas situações televisivas, são em si um reflexo da sociedade. Considerando esse contexto, no Brasil hodierno tem-se evoluído as concepções acerca da familia, contudo, a cultura patriarcal persiste.


Em primeira perspectiva, cabe ressaltar que Alan Touraine formulou a ideia do processo de subjetivação presente na modernidade, em que os sujeitos tecem os novos sistemas organizacionais. Análogo à essa tendência, em muitos lares brasileiros os cidadões estabelecem seu arranjo familiar de acordo com sua singularidade . Assim, as relações contemporâneas não ocorrem de forma pré-definida.


Em segunda perspectiva, é importante notar que o patriarcado como sistema de organização sociofamiliar, infelizmente é defasado, uma vez que padroniza as relações fora de uma realidade plausível. Nesse âmbito, torna-se necessário o afastamento de tal ideal, que há séculos tem-se prejudicado a população. Entretanto, suas ideias resistem cegamente.


Urge, portanto, nesse panorama que a Secretaria de Cultura, deverá realizar por meio das mídias digitais, a divulgação da multiplicidade de formas familiares presentes no Brasil, de modo intuitivo e compreensível, como meio de promoção ao direito de liberdade e aceitação de escolha. Somente por meio dessas medidas, poderá-se-a desfrutar  o sentimento de não estranhamento frente à  configuração que se vive. Por certo, através disso, o Brasil poderá então ser uma  sociedade que prioriza o seu povo antes dos interesses patriarcais.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde