O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Ansiedade: a doença dos millennials

É incontrovertível que a ansiedade é uma doença que está disseminada na nova geração. Isso deve ser enfrentado, uma vez que, diariamente, pessoas são vítimas dessa questão. Nesse sentido, dois aspectos fazem-se relevantes: a revolução tecnológica e a busca por afirmação.
Em primeira análise, conforme o autor Milton Santos, o consumismo e a competitividade levam ao emagrecimento moral e intelectual das pessoas. Nesse contexto, a revolução tecnológica da virada do século XXI, estimulada pelo consumismo do capitalismo, trouxe um bombardeio de inovações, novidades e informações. Isso fez com que a sociedade se acostumasse com um mundo acelerado.
Além disso, o desejo de autoafirmação dentro da acelerada geração millennials agravou o quadro de ansiedade da população. Dessa forma, a busca incessante pelo "ter" e pelo "saber", advindos da globalização capitalista do novo século, acabou por transformar as relações interpessoais contemporâneas, prejudicando grande parcela da sociedade.
Destarte, visando uma geração com menos problemas, é imperioso superar a doença do millennials. Assim, a Organização das Nações Unidas (ONU) e a UNESCO devem realizar campanhas para combater essa doença em todo o mundo, por meio de palestras em parcerias com os países, dessa forma, causando um efeito em cascata pelos continentes. Ademais, a população deve procurar tratamento específico ao menor efeito desse mal. Com isso, a sociedade poderá se ver livre dos efeitos da ansiedade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!