O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Animais em cárcere

O cárcere de animais é um tema pouco falado, mas que está em todos os lugares. Desde o pássaro preso na gaiola até os impressionantes animais de circo, são vítimas de maus tratos vindos de culturas onde não se tem a noção do quão perigosa essa prática é, podendo levar espécies a entrar em extinção.
A dominação é o principal fator do cárcere, quando um caçador sequestra um papagaio, por exemplo, ele está impondo suas vontades ao animal. Ao considerar que o animal não possui uma vida em seu habitat, como se o mesmo estivesse ali para preencher a paisagem, ele consequentemente não irá pensar no quanto suas ações impactam na vida da ave.
Devido essas ações o número de animais em extinção aumenta. E se engana quem pensa que somente as pessoas que vendem os animais está errado. Esse mercado continua firme devido às diversas pessoas que também não tem noção do que está ocorrendo. Um grande exemplo é o filme de animação Rio onde o personagem principal, uma arara chamada Blue, é vítima de tráfico de aves e logo depois vive em cárcere com um bicho de estimação. Esse é um fato que poucos notam, mas o cárcere em que a ave vive é tão prejudicial quanto o seu sequestro.
Portanto medidas devem ser tomadas para a resolução desse impasse. Como dito por Nelson Mandela, não há caminho fácil para a liberdade, por isso é importante que o governo passe a investir mais em órgãos como o IBAMA, por meio da arrecadação de impostos destinados ao meio ambiente. Assim o IBAMA terá mais chances de libertar animais em cárcere. A polícia militar ambiental deve passar por investigações de cada policial, porque muitos aceitam subornos de traficantes de animais ou reduzem o tempo de cadeia para os mesmos, influenciando indiretamente o crime e sendo cúmplices. Com essas pequenas medidas será mais difícil ver animais perderem sua liberdade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!