O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Animais em cárcere

Datado por um início distante o convívio com outros animais sempre teve como finalidade desfrutar desses, fosse como alimento, meio de transporte, mecanismo de defesa e/ou companhia. Evoluímos como sociedade até então, contudo, emperramos no respeito a liberdade de outros seres vivos. A retirada e cárcere da fauna do seu habitat ocasiona não apenas danos a biodiversidade como também proporciona ao animal todo um período de desventuras ocasionados por homens que, em sua grande maioria, saem impunes.

Removidos do seu habitat natural esses animais sofrem uma sequência de fatalidades: primeiramente são capturados de modo hostil e posteriormente transportados de forma precária que resulta em 90% de mortalidade segundo dados do IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente). Entretanto, a sequência de infortúnios prossegue após a venda, pois agora o animal encarcerado não somente é forçado a alojar-se em uma área pequena como também sua alimentação é restrita à escolha do comprador, tornando-o vulnerável a distúrbios alimentares. Todavia a criação de animais selvagens não proporciona malefícios apenas a estes, pois ao traze-los ao ambiente humano possibilita-se a propagação de microrganismos até então limitados ao meio selvagem.

O cárcere de animais, uma atividade iniciada desde o período colonial, denuncia uma forma de pensar errônea em que entrega ao homem a ideia de superioridade e o direito de caçar, prender e/ou vender outros animais. No entanto, hoje há leis que protegem a comercialização da fauna brasileira, mas que, por terem penalização branda de seis meses a um ano de prisão ou multa, acabam por tonarem-se ineficazes na proteção dos animais caçados. Com isso os animais continuam sendo comercializados e quando o traficante é finalmente apreendido ele facilmente retorna as suas antigas atividades ilícitas.

Desse modo, faz-se necessário medidas preventivas que visem impedir a caça, captura e venda de animais da nossa fauna, por exemplo, que o poder legislativo altere a pena deste tipo de crime para punições mais severas afugentando, assim, qualquer ideia de cometer o delito. Ademais deve-se ser trabalhado na população formas de educação através de meios de comunicação acessíveis a todos como televisão e rádio que refutem a falsa ideia de que a venda e compra de animais é um direito dado ao homem.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!