use o cupom aprovado21 e ganhe + 21% de desconto extra 21% OFF

A reinserção de ex-presidiários na sociedade brasileira

 Na série "Chiquititas", apresentada pela Netflix, é mostrada, em muitos episódios, a vida de Cícero. Um ex-presidiário que enfrenta muitas dificuldades de reinserção na sociedade. Tal problemática é dada pela infraestrutura precária do sistema prisional e pelo preconceito das pessoas diante dos ex-detentos.


 É preciso ressaltar, em primeira análise, que a infraestrutura precária é uma das principais causas do problema. Segundo o teólogo São Tomás de Aquino, "todos os indivíduos de uma sociedade possuem a mesma importância, além dos mesmos direitos e deveres". Pode-se comparar a citação ao cenário hodierno e notar que não acontece o que é dito na mesma. Afinal, os presos são colocados em celas superlotadas e são precariamente alimentados. De acordo com o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), menos de 1% dos presídios estão em excelente estado.


 Além disso, é importante destacar o efeito que é gerado pelo preconceito. Como diz o palestrante comportamental Victor Prates, "O desconhecido causa medo, não permite avançar e percorrer novos caminhos". Conforme mostra o CNJ, apenas 30% dos egressos não voltam a cometer crimes, o que sustenta a visão negativa dos cidadãos aos ex-presidiários.


 Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. O Ministério da Segurança Pública deve propor a criação de mais estabelecimentos prisionais para diminuir a super lotação, por meio de um projeto de lei entregue à Câmara dos Deputados. Ademais, será promovida a oportunidade de estudo, contando, também, com o auxílio midiático para mostrar as pessoas as mudanças no interior das prisões. Espera-se, com esta ação, que os ex-detentos possam ser reinseridos e tratados de forma igualitária pela sociedade, diferente de Cícero, em Chiquititas.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!