O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A reciclagem de lixo no Brasil

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), foram produzidas 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos no Brasil, em 2018; e a tendência de crescimento deve ser mantida nos próximos anos. Contudo, o maior agravante advindo deste aumento deve-se ao fato de a maior parte dos resíduos não possuírem destinação adequada. Adicionalmente, o uso exagerado do plástico, do papel e a ineficiência do poder público têm contribuído para a degradação do meio ambiente. Desse modo, faz-se necessária uma permanente discussão sobre a questão do lixo no contexto brasileiro.


Em primeiro lugar, destaca-se, como importante fator na geração do lixo urbano, o consumismo exacerbado da população, fortemente estimulada pela cultura capitalista, cuja prática da obsolescência programada mantém o ciclo vicioso do consumo em atividade. Diferentemente dessa normalização do descarte, o documentário "Lixo Extraordinário" mostra o artista plástico Vik Muniz utilizando peças recicladas, encontradas no aterro sanitário Jardim Gramado, na confecção de obras de arte, mostrando que a reciclagem é possível e bem-vinda mesmo em setores atípicos.


Em segundo plano, deve ser atribuída maior responsabilização ao governo federal, no tocante à destinação apropriada do lixo, visto que a Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS, de 2010, não é efetivamente cumprida nos dias atuais, haja vista a existência de lixões em todas as regiões do país, quando deveriam ter sido extintos até 2014. Complementarmente, observa-se insuficiência na disponibilização de recursos financeiros aos municípios, dificultando o avanço de obras estruturais, medidas de apoio à elaboração dos planos locais de gerenciamento integrado e, até mesmo, campanhas educativas direcionadas à população.


Depreende-se, portanto, que medidas de prevenção e de reparação sejam executadas. Para tanto, compete ao Estado, através do Mnistério de Desenvolvimento regional, aumentar o repasse financeiro aos municípios, para que a PNRS seja executada adequadamente, mitigando os impactos negativos provenientes do acúmulo de lixo nas cidades brasileiras. Paralelamente, cabe à população dosar o consumismo individual, reciclando e reutilizando, consoante o documentário citado a fim de retardar o colapso ambiental em um futuro próximo.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!