O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A reciclagem de lixo no Brasil

Na Idade Média, século XIV, o lixo era frequentemente atirado nas ruas pelas janelas, se acumulando nas avenidas e propiciando um ambiente perfeito para proliferação de pragas urbanas, foi o que deu início ao surto de peste bubônica. De forma análoga no Brasil, a reciclagem se torna um entrave para o desenvolvimento de uma sociedade sustentável e com isso, muitas vezes, os lixos acabam parando e entupindo os bueiros desencadeando assim as enchentes. Nesse contexto, cabe a análise acerca das principais consequências e possível solução para essa problemática.


Inicialmente, pode-se destacar a poluição ambiental e o aumento da degradação do solo, como um dos efeitos relacionados a esse fenômeno, pois em milhares de municípios brasileiros não há programas de reciclagem e coleta seletiva de lixo. Segundo estudos realizados pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, os brasileiros produzem cerca de 61 milhões de toneladas de lixo por ano, desse total, 30% poderiam ser reaproveitados, mas só 3% vão para reciclagem. Infelizmente, mesmo o Brasil, sendo membro pleno da ONU, que possui a Agenda 2030 com os objetivos para o desenvolvimento sustentável da vida terrestre, o brasileiro não tem o hábito de reciclar e jogam o lixo nas ruas e avenidas públicas.


Além disso, cabe ainda ressaltar o aumento do efeito estufa e a formação de ilhas de lixo, como outros legados relacionados a esse impasse, já que o polímero e o papel descartados nos rios e mares, formando uma verdadeira "sopa plástica" e, assim, prejudicam a sobrevivência da fauna e flora brasileira. De acordo com a Revista Época, entre 2000 e 2008, houve um aumento de 120% no número de municípios com coleta seletiva, chegando a 994, com a maioria nas regiões Sul e Sudeste do país, porém o número, embora importante, ainda não ultrapassa 18% dos municípios brasileiros. É, desse modo, evidente que a sociedade brasileira sem a devida educação ambiental e saneamento básico está contrariando o Protocolo de Kyoto, que é um tratado internacional com compromissos para a redução da emissão dos gases que produzem o efeito estufa.


Depreende-se, portanto, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) deve, promover o debate sobre a importância de reciclar os resíduos no Brasil, por meio de palestras e implementações de campanhas de reciclagem nas escolas e empresas presentes nos municípios brasileiros, com o intuito de despertar na população o ato de reciclar o lixo e, assim, melhorar a educação ambiental no território nacional. Espera-se, com isso, que os brasileiros preservem o meio ambiente e façam jus ao Hino Nacional Brasileiro, escrito por Joaquim Osório Duque Estrada, o qual enfatiza a evidente beleza das terras do Brasil "Teus risonhos lindos campos têm mais flores, nossos bosques têm mais vida".

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!