O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A reciclagem de lixo no Brasil

WALL-E é um filme de animação que dá nome a um robô que vive em uma terra de um futuro distante, cercada por lixo e abandonada pelos humanos perante a falta de conscientização em relação a impacção da produção desenfreada de lixo. Sob a mesma característica, o Estado brasileiro encontra-se apático no viés da reciclagem e no descortino da educação ambiental, favorecendo, dessa forma, o prosseguimento do impacto ecossistêmico ante ao baixo índice de coleta seletiva, como também da reciclagem.
É sabido que, desde a época colonial, o corpo social descarta de forma irregular seus dejetos. Entretanto, apesar da implementação do ART. 225 da Constituição Federal - que em seu VI parágrafo determina à promoção do ensino da educação ambiental em todos os níveis de escolaridade - o impasse persevera na atual sociedade. Decerto, a insuficiência no cumprimento do exposto no ordenamento jurídico é uma das negligências que impedem o pleno desenvolvimento social diante a problemática.
Ademais, oito anos após a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que reuni ações, objetivos e princípios designados ao Governo Federal e a outros poderes, a pesquisa Cliclosoft 2016, apontou que, somente 18% dos municípios do país possuem coleta seletiva, em relação a reciclagem o número é ainda menor, somando apenas 3%. Indubitavelmente, a carência de meios para a inibição do despejo de lixo de forma inadequada, propicia um risco ao meio ambiente, pois promove a poluição do solo, água e ar. Portanto, fica nítido a deficiência que a norma jurídica tem para a concretização de seus objetivos.
Em suma, é inquestionável que se faz imprescindível a absoluta execução do ART. 225 da Constituição Cidadã, como meio de possibilitar o aprendizado da educação ambiental em escolas e universidades, com o uso de artifícios como palestras, aulas interativas e informes educativos, cabendo responsabilidade ao corpo das instituições de ensino. Simultaneamente, com a busca da preservação e restauração de processos ecológicos que tenham sido prejudicados pelo lixo, incumbindo ao Poder Público. Outrossim, é primordial a necessidade de efetivação da Lei nº 12.305, sendo método para inserção de mais centros de reciclagem e coleta seletiva, podendo ser efetivada em parcerias com Governo Federal, Estados e Municípios. Nesse meio tempo, também deverá haver distribuição de cartilhas e veiculação de propagandas que conscientizem a população em geral, sendo delegada função ao Estado.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!