ENTRAR NA PLATAFORMA
A influência das novas plataformas midiáticas no desenvolvimento infantil

Contemporaneamente, o uso de novas tecnologias relacionadas à comunicação, como os celulares e os computadores, está cada vez mais rotineiro, o que vem levantando questionamentos sobre como isso afeta o desenvolvimento das crianças. Dessa forma, estudos apontam que essas novas tecnologias oferecem muitos benefícios, como o aprimoramento das capacidades cognitivas, mas, também, quando não utilizadas corretamente, podem gerar prejuízos, como a redução do convívio social.


Neste contexto, vale ressaltar algumas vantagens das plataformas midiáticas na vida infantil. Assim, de acordo com um relatório feito pela Pontifícia Universidade Católica, tais plataformas auxiliam no melhoramento das capacidades intelectuais das crianças. Isso está relacionado ao fato de que a pessoa, ao interagir com essas novas ferramentas, terá acesso, por exemplo, a livros digitais, possibilitando que o usuário adquira novos conhecimentos e tenha contato com diferentes opiniões sobre diferentes assuntos. Isso promove a formação de indivíduos mais críticos, que respeitem a pluralidade cultural, melhorando a convivência entre as pessoas.


Entretanto, quando as novas tecnologias midiáticas não são usadas de forma adequada, podem trazer consequências negativas. Dessa forma, segundo o site ''Vida ativa'', a criança que as utiliza de maneira desequilibrada poderá, por exemplo, apresentar uma diminuição do seu convívio social. Isso prejudicará a comunicação do indivíduo com os outros cidadãos, inclusive com a própria família, desenvolvendo, tanto na infância quanto na adolescência, doenças psicológicas, como a depressão. Assim, como a pessoa não consegue se expressar, a tendência é que a patologia se agrave, o que pode levar ao suicídio.


Portanto, fica claro que as plataformas tecnológicas podem ser muito boas para as crianças, mas, quando usadas incorretamente, tornam-se nocivas. Logo, urge que as escolas, por meio de palestras, orientem os pais de seus alunos a fazerem com que seus filhos utilizem os celulares e computadores de forma equilibrada e saudável. O governo federal, juntamente os governos estaduais e municipais, deve investir em melhorias nos sistemas de atendimento psiquiátrico, permitindo que as crianças e os adolescentes recebam tratamentos de qualidade contra enfermidades mentais, como a depressão. Tudo isso, além de amenizar as problemáticas vinculadas às plataformas comunicativas, permitiria o uso salutar destas, sem que haja danos para os pequeninos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde