ENTRAR NA PLATAFORMA
A importância do ensino a distância no Brasil

O livro Eu Sou Malala retrata a história de uma ativista paquistanesa que luta e defende o direito à educação de mulheres de diversos países. No entanto, enquanto existem pessoas lutando para ter acesso à educação, no Brasil as oportunidades oferecidas pelo ensino a distância (EAD) são negligenciadas. Dessa forma, é notável perceber que a dificuldade na inclusão digital, como também o preconceito em relação a essa modalidade são empecilhos que prejudicam o entendimento da sua importância. 


Em primeiro lugar, o acesso escasso à internet em locais remotos se tornou um obstáculo na ampliação da EAD. De acordo com a Constituição Federal de 1988, os cidadãos têm direito a educação de forma igualitária. Em contrapartida, no Brasil real existe uma extensa desigualdade educacional que demonstra como os direitos civis não são respeitados. Não obstante, a modalidade inovadora tem apresentado uma grande importância na democratização da educação, facilitação do acesso ao ensino de qualidade e capacitação profissional. Paralelamente, no contexto histórico, durante o Brasil Império houve a proibição de universidades por medo de surgirem ideias reformistas. Em suma, as instituições de ensino são essenciais para o desenvolvimento social, econômico e político do país. 


Por outro lado, a desinformação sobre os benefícios da EAD leva ao preconceito. É de salientar que a educação a distância está cada vez mais completa e eficiente. Na série Anne with an E, da plataforma Netflix, é abordada a história de uma garota adotada que não se encaixa no padrão escolar da comunidade em que vive. Por analogia, no contexto brasileiro as pessoas valorizam modelos de ensino semelhante ao da série, mas quando se trata de inovação tecnológica no meio educacional questionam a qualidade. Por certo, a EAD permite o dinamismo nas aulas, além de trabalhar a autonomia e responsabilidade do estudante. 


Infere-se, portanto, que a dificuldade na inclusão digital e o preconceito em relação ao ensino são problemas presentes no país. Nesse sentido, é imprescindível que o Governo Federal deve promover investimentos no acesso digital nas localidades distantes de centros educacionais, por meio da criação de ambientes para o uso gratuito de computadores com internet, visando democratizar a educação de qualidade para indivíduos que buscam se profissionalizar por meio da EAD. Além disso, o Ministério da Educação deve promover a intensificação da fiscalização dos cursos virtuais, por meio do acompanhamento e entrega de certificados, tendo como escopo reduzir os que possuem baixa qualidade. É preciso lutar pela educação como a ativista Malala, para que todos tenham as mesmas oportunidades educacionais.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde