ENTRAR NA PLATAFORMA
A importância do ensino a distância no Brasil

O filme "um senhor estagiário" retrata como a contratação de um senhor de mais idade em uma firma impacta positivamente o ambiente de trabalho. Não distante da ficção, uma ferramenta crescente de renovação no ambiente profissional é o ensino a distância (EaD), permitindo que pessoas oriundas de escolas públicas se insiram no mercado de trabalho e indivíduos mais velhos experienciem uma mudança de profissão. Nessa perspectiva, é indispensável debater sobre a importância do EaD na sociedade brasileira e como melhorar essa ferramenta.


Em primeiro plano, é importante salientar o ensino a distância como uma possibilidade de renovação profissional para a população mais madura. A esse respeito, uma pesquisa divulgada pela Folha de São Paulo mostrou que estudantes universitários na modalidade EaD têm, em sua maioria, entre 26 e 40 anos de idade. Esses dados mostram como a flexbilização do ensino permite a esses indivíduos, que muitas vezes não dispõem de tempo livre como jovens universitários, estudarem sem abandonar suas responsabilidade diárias. Dessa forma, a conclusão do curso possibilita a essas pessoas a entrada em uma nova carreira profissional, independente de sua idade.


Faz-se mister, ainda, reconhecer a educação remota como mecanismo de transformação socioeconômica de indivíduos das camadas mais vulneráveis da sociedade. Acerca dessa premissa, dados divulgados pela Associação Brasileira do Ensino a Distância mostram que 60% dos matriculados são provenientes de escolas públicas. Essa estatística revela o EaD como recurso de democratização da inserção dessas pessoas ao mercado de trabalho, causando a ascensão econômica e social desses indivíduos e reduzindo as chances dessa parcela da população ser aliciada a entrar na criminalidade.


Infere-se, portanto, que medidas para a melhoria dessa modalidade de ensino devem ser tomadas. Nesse sentido, é necessário que o Minstério da Educação (MEC) fiscalize a qualidade dos cursos semipresenciais por meio da aplicação de provas aos alunos e ao corpo docente.  Essas provas devem ser aplicadas também aos matriculados e professores da forma presencial de ensino, visando comparar os resultados desse com a sua versão remota, a fim de estabelecer um índice de eficiência ao curso EaD e, se necessário, replanejar a grade curricular de instituições que obtiverem resultados abaixo do esperado. Isso sendo feito, casos de renovação profissional como a de "um senhor estagiário" deixarão de ser ficcional.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde