O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância do ensino a distância no Brasil

De acordo com o geógrafo Milton Santos, o desenvolvimento da informática possibilitou o armazenamento e o fluxo intenso de dados, o qual atualmente é determinante no modo de execução das atividades humanas. Como consequência desse processo tecnológico, a educação a distância no Brasil se mostra como importante ferramenta de democratização do ensino ao superar barreiras geográficas e socioeconômicas, entretanto, devido suas características, ainda necessita de mudanças e adaptações que busquem garantir a sua eficiência em diferentes contextos de aplicação.



Em primeiro plano, é preciso destacar que o ensino a distância mediante a internet possibilita o acesso a habitantes de localidades remotas a tipos de cursos que outrora eram fornecidos somente às regiões mais desenvolvidas do país. Nesse panorama, a variedade de cursos ofertados e a alta qualidade na educação começa a não ser condição específica somente das localidades mais desenvolvidas do país. Além disso, em uma dinâmica urbana local, tanto a facilidade na flexibilização dos horários de aula quanto a diminuição dos custos que seriam direcionados ao deslocamento e alimentação do aluno fora do ambiente doméstico possibilitam maior autonomia na conciliação dos estudos com outros afazeres e responsabilidades pessoais. Logo, tais características desse modo atendem a necessidade da realidade socioeconômica de muitos brasileiros, que almejam pela educação novas perspectivas de vida.



Ademais, em uma análise mais profunda, percebe-se que a educação a distância revela restrições em sua execução. Nesse sentido, A falta da estrutura física do ambiente institucional juntamente com a flexibilidade de horários de aula cria novas perspectivas de tempo e espaço na relação do aluno com o processo de aprendizado. Desse modo, o estudante desta modalidade deve ser amparado por métodos pedagógicos adequados com o fito de orientá-lo na busca constante de planejamento e organização dos estudos. Caso contrário, o desequilíbrio na relação entre a forma de ensino e interesse do aluno resultará na queda da qualidade de ensino e aprendizagem do processo.



Portanto, visto os benefícios e dificuldades do ensino a distância no contexto brasileiro, o Estado pelo Ministério da Educação deve continuar investindo em formas de integrar e potencializar a estrutura educacional do país. O que deve ocorrer por meio do fornecimento de uma infraestrutura adequada, regulamentação e exigência da adoção desse mecanismo de maneira a complementar as lacunas existentes nos métodos tradicionais. Outrossim, é necessário que a dinâmica dos cursos não presenciais busquem humanizar a relação digital entre a instituição, discente. O qual deve acontecer por intermédio da existência do tutor responsável pela aproximação e diálogo entre as partes envolvidas de modo a desenvolver a ambiência educacional e de gerar estímulos para a autonomia do estudante. Dessa maneira, aliando tecnologia e informação na luta para superar a distópica realidade da educação no país.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!