O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância do ensino a distância no Brasil

O ensino a distância não é uma novidade do século XXI, visto que em décadas passadas ele era aplicado por meio de cartas, fitas cassete, TV , rádio, etc. Entretanto, ele não possuía a relevância dos dias atuais. Com a evolução da internet nos últimos anos, esse serviço se popularizou. Por ser mais barato e poder ser acessado a qualquer hora e de qualquer lugar, ele pode ser considerado uma alternativa viável para os brasileiros que, por exemplo, têm dificuldades de acessar os centros de ensino, como portadores de deficiência e moradores de zonas rurais, e para aqueles que buscam um ensino complementar. No entanto, apesar de suas vantagens, o EAD ainda enfrenta desafios.


Em um país de proporções continentais como o Brasil, é comum que pessoas vivam distantes de centros de ensino, em especial, universidades. Logo, muitas delas acabam desistindo de dar continuidade aos seus estudos por causa da dificuldade de acesso. Além disso, existem aqueles que trabalham durante o horário letivo, o que os impossibilita de ingressar no curso desejado, e aqueles que são portadores de deficiência física. É em relação a essas situações que o ensino a distância se apresenta como importante no contexto brasileiro, dado suas características supracitadas.


Entretanto, mesmo tendo apresentado melhorias, tal modalidade ainda é considerada superficial em comparação ao ensino presencial. Visto que a cobrança não é a mesma, muitos brasileiros acabam por relacionar o EAD com baixa qualidade. Esse fato se agrava quando associado à falta de fiscalização dos órgaõs responsáveis, o que, consequentemente, contribui para a qualidade contestável de alguns serviços. Outro desafio é a exclusão digital, especialmente das pessoas de classe baixa. Por não terem condições financeiras para adquirirem aparelhos eletrônicos ou não terem acesso a uma internet de qualidade, muitas acabam impossibilitadas de aderirem a esse tipo de ensino.


Sendo assim, é necessário que o governo, em parceria com o MEC, faça o possível para melhorar a qualidade do EAD, uma vez que é praticamente a única forma de acesso ao conhecimento para muitos. Para tal, deve-se melhorar a fiscalização e tornar os critérios para a abertura de novos cursos a distância mais rígidos. Também é preciso que haja a instalação de pontos de redes de internet móvel de qualidade em áreas periféricas e em zonas rurais, bem como incentivo do governo para a aquisição de bens tecnológicos, por meio da redução do IPI desse tipo de produto. Nesse sentido, o intuito de tais medidas é melhorar o ensino a distância e possibilitar um acesso mais democrático a ele.


Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!