O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância do ensino a distância no Brasil

O digital como ferramenta para o real


Em uma era digitalizada, na qual as relações em todos os âmbitos da vida social são permeadas pela internet, a educação não poderia ser diferente. Segundo dados do IBGE, 64,7% dos brasileiros utilizam a internet e são, em grande parte, jovens. Diante desse fenômeno, escolas e universidades aproveitam para levar o conteúdo educacional para o ambiente digital. Informações recentes do Censo da Educação Superior, mostram que 18% dos estudantes cursam o ensino a disância (EAD), seja por seu baixo custo ou pela comodidade do acesso do conteúdo de casa. Assim, essa nova modalidade educacional mostra-se um apoio, tanto para o ensino fundamental e médio, quanto para o ensino superior.


No que tange ao ensino fundamental e médio, o EAD pode servir como complemento à educação presencial. Aulas de reforço escolar e cursos pré-vestibulares, permitem uma maior qualidade de ensino que é, muitas vezes, deficitário. Além disso, habilitam o jovem no que concerne à responsabilidade da busca pela aprendizagem o que, sob o aspecto emancipador, proposto por Paulo Freire, pode ser muito positivo. Esse novo conteúdo aprendido de forma autônoma, também possibilita o desenvolvimento de outro aspecto defendido pelo educador, o da educação transformadora, visto que, esse aluno, acrescido de novos conhecimentos, poderá engrandecer os debates com os colegas e fornecer novas informações àqueles que ainda não possuem acesso ao conteúdo digital.


Já no ensino superior, o EAD permite o acesso ao ensino por dois grupos: trabalhadores e moradores de regiões periféricas. O primeiro grupo, diante da difícil tarefa de conciliar o tempo entre os estudos e o emprego, nessa modalidade de ensino contam com uma maior flexibilidade de dias e horários para frequentarem as aulas. O segundo grupo, são pessoas que sofrem com a dificuldade de acesso às universidades públicas ou, até mesmo, com a impossibilidade de pagarem por uma particular, e encontram, desse modo, uma nova oportunidade. Igualmente, pessoas que possuem o interesse em estudar em outros países, ôbtem conteúdo de universidades renomadas, como Harvard e MIT, disponíveis em plataformas digitais. Isso possibilita que as barreiras financeiras e as geográficas possam ser ultrapassadas.


Portanto, para garantir esses benefícios, faz-se ímpar que as universidades e as ecolas, em conjunto com os alunos e os professores, aproveitem o conteúdo aprendido no EAD na esfera presencial. Através de debates, mesas de conversas e, até mesmo, em aulas presenciais, mensais ou semanais, nas próprias instituições ou em lugares alugados, no intuito de garantir o debate e a ampliação do conhecimento adquirido. É importante, também, uma maior fiscalização e acompanhamento, por parte do MEC, da produção acadêmica desses cursos, bem como a exigência de algumas aulas "in loco" e congressos, com o objetivo de salvaguardar a qualidade das produções acadêmicas. Dessa maneira, o EAD poderá se tornar, efetivamente, mais uma ferramenta para atigir a excelência educacional no país.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!