O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância das redes de relacionamento on-line para os movimentos sociais

Em fevereiro de 2020, estreou na Netflix o documentário “O dilema das redes” que retrata a verdade por trás dos softwares das redes sociais de modo a manipular o comportamento dos usuários. No entanto, não se pode negar o impacto positivo das redes sociais na disseminação de movimentos sociais devido ao seu grande alcance e de forma quase imediata.


Dessa forma, com o aumento de cada vez mais usuários das redes sociais, que de acordo com o site We Are Social, houve um aumento de 8% de usuários brasileiros em 2019, torna-se mais fácil a propagação de movimentos e lutas sociais. Assim, as mídias sociais atuam de forma favorável para dar visibilidade a minorias e grupos - como LGBTQI+, negros, indígenas, entre muitos outros - que por muito tempo foram esquecidos por políticas públicas e agora começam a ocupar lugares de fala.


Além disso, injustiças contra minorias estão espalhando-se com mais facilidade pelo compartilhamento na internet, como o assassinato de João Alberto, um homem negro que foi espancado até a morte por dois seguranças no Carrefour no dia da consciência negra em 2020. Esse caso ganhou grande repercussão na mídia e serviu para que outras injustiças fossem compartilhadas. Por isso, é evidente que as redes sociais estão tornando-se ótimos meios para contribuir com os movimentos socias.


Portanto, para que as lutas sociais possam ser efetivas, o Ministério da Justiça deve criar campanhas, como relatos ou depoimentos em vídeos nas mídias sociais, que incentivem ainda mais esses movimentos. Com isso, possa gerar comoção por parte da população, e que esta possa entender as várias injustiças às quais muitos grupos estão sujeitos diariamente e, enfim, elas serem compartilhadas pelo maior número de pessoas possível.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!