O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância das redes de relacionamento on-line para os movimentos sociais

No início do século XX, durante a Primeira República Brasileira, houve a criação do jornal “A Gazeta Operária”, com o objetivo de propagar as ideias do Movimento Operário, o qual estava em ascensão. Nesse contexto, nota-se a importância da mídia para os movimentos sociais. Atualmente, tal afirmação também é verdade, todavia, com o advento da internet, as redes sociais assumem uma posição de protagonismo na difusão de informações. Desse modo, percebe-se que a disseminação abrangente de ideias e o incentivo ao debate propostos por essas são essenciais às mobilizações da sociedade. 


Diante disso, é válido analisar, primeiramente, que através das redes de relacionamento online, a propagação de ideias pode ser feita de forma mais eficiente. Isso acontece porque o alcance da internet é global. Assim, uma ideologia pode ser exposta para mais pessoas e, consequentemente, adquirir mais adeptos. Contudo, o meio virtual também pode propiciar a criação de uma ideologia homogênea, devido à característica coercitiva deste meio. Tal situação pode ser explicada pela teoria do fato social, proposta pelo sociólogo francês Émile Durkheim. Ela diz que um fato social, a exemplo da internet, é: exterior ao indivíduo, generalista, pois afeta a toda população, e coercitiva, porque tem a capacidade de alterar o pensamento subjetivo. Dessa forma, nota-se que o meio virtual pode ser um facilitador ou um entrave aos movimentos sociais, dependendo de seu uso.


Além disso, percebe-se que as mídias sociais são um espaço de promoção do debate. Por sua abrangência, mais pessoas são envolvidas nas discussões, tornando-as, pois, mais democráticas. Dessa maneira, o assunto ganha destaque e se torna mais relevante. No entanto, caso feito de forma exacerbada, o debate se torna um conflito entre egos, o que gera uma polarização ideológica. Essa situação pode ser exemplificada por um evento ocorrido durante as eleições presidenciais brasileiras de 2018. Nesse contexto, a população se dividiu de tal forma, que o conflito deixou de ser político e passou a ser individual. Portanto, nota-se que a repulsa ao pensamento alheio é maléfica a toda sociedade, pois não é encontrado um ponto de conciliação, o qual é essencial aos movimentos que visam transformações sociais. 


Haja vista o apresentado, conclui-se que as redes sociais podem podem ajudar mobilizações coletivas propagando suas ideias. Entretanto, se utilizadas de má forma, essas podem ser prejudiciais à sociedade. Portanto, para amenizar estes impactos negativos, torna-se necessária a atuação das escolas, instituições promotoras do pensamento crítico, na criação de rodas de conversa sobre o perigo de se ater a um único ponto de vista. Tal ação pode ser executada através de programas pedagógicos, a fim de gerar uma discussão sobre o tema. Desse modo, as redes de relacionamento poderão ser usadas de forma mais segura e democrática.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!