O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da representatividade na publicidade

O pintor espanhol Modesto Brocos, em sua obra “A redenção de Cam”, representa diferentes etnias em sua composição, porém o quadro é um produto das teorias de “embranquecimento” da população brasileira que eram predominantes no fim do século XIX. Atualmente, a importância da representatividade na mídia e nas publicidades é discutida com frequência, pois grupos historicamente marginalizados constituem grande parte da massa consumidora. Nesse sentido, a inclusão de minorias se faz essencial, no entanto ainda é pouco observada dado que a sociedade é fundamentada na exclusão desses grupos.  



Em primeiro lugar, é essencial destacar a importância da inclusão de diferentes grupos no mundo, especialmente em países como o Brasil. Segundo dados do portal UOL, 54% da população brasileira é composta de pretos e pardos, mas apenas 6% se identificam com a publicidade de produtos eletrodomésticos e demais ofertas. Sob esse viés, é possível notar que, embora seja uma estratégia eficaz para atrair mais consumidores, grandes empresas ainda pouco se preocupam com a representatividade.



Já em uma segunda análise, outro fator que contribui com o problema é o fato da sociedade ter sido construída a partir de ideais exclusionários, o que é refletido na mídia. Como exemplo, nos Estados Unidos, após a Primeira e a Segunda guerras mundiais, foi propagada a ideia de um estilo de vida perfeito e feliz — “the american way of life” — e foi bastante utilizado em publicidades, que materializavam esse ideal em uma família nuclear branca. Nesse sentido, essa forma de representação, ainda presente atualmente, exclui e marginaliza uma grande parcela da população que não se identifica com esse padrão. 



Infere-se, portanto, a necessidade do Governo Federal — em parceria do setor privado — agir em favor da inclusão de minorias. Isso pode ser realizado por meio de colaborações e investimentos em negócios que tenham compromisso com a representatividade de grupos historicamente marginalizados a fim de tornar as publicidades mais inclusivas e socialmente conscientes.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!