O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da representatividade na publicidade

A Constituição Federal brasileira de 1988 – norma mais importante do sistema jurídico do país – assegura a todos os indivíduos o acesso a liberdade de expressão. No entanto, na prática, tal garantia é deturpada, principalmente no que diz respeito aos desafios que a representatividade no âmbito da publicidade enfrenta no território brasileiro. Esse cenário nefasto ocorre não só em razão da falta de informação, mas também pelos aspectos históricos enraizados na cultura que atinge a população. Logo, se torna imperativo a análise dessa conjuntura para que haja a mitigação dos mecanismos que impedem a reversão desse quadro deletério.


Em primeiro plano, tendo em vista a realidade supracitada, é necessário citar que a falta de informação é uma das principais adversidades encontradas no que concerne a importância da representatividade na publicidade. Acerca disso, o escritor e jornalista Gilberto Dimenstein em seu livro intitulado “O cidadão de papel” defende que todo e qualquer indivíduo precisa aprender desde criança sobre seus direitos, a fim de conseguir discernimento para criação de senso crítico-social. Sob esse primas, a falta de informação atinge diretamente a qualidade de vida do cidadão, o tornando incapaz de se impor na sociedade e afeta o conhecimento da importância da visibilidade e representabilidade na sociedade brasileira moderna.


Em segundo plano, é oportuno e fulcral comentar que os aspectos históricos da evolução do Brasil – como o preconceito racial e de gênero – são impulsionadores da precariedade que a visibilidade no cenário publicitário ainda apresenta. Sob essa óptica, os estereótipos e estigmas associados as campanhas publicitárias têm sido palco para que a geração Z – a mais nova geração mundial de cidadãos – saibam sobre a importância da representatividade. Diante de tal argumento, segundo o filósofo Thomas Hobbes o estado é responsável por manter o bem-estar da população. Isto posto, é de extrema importância a participação estatal no empenho do cumprimento da democracia à toda comunidade brasileira.


É evidente, portanto, a necessidade de combater os mecanismos que impedem a atenuação do quadro atual. Para isso, urge que o Governo Federal, aliado às esferas estadual e municipal, execute medidas de conscientização sobre as diversidades populacionais da sociedade brasileira, por meio da criação de projetos que visem a aprendizagem e debates nas escolas do brasil. Tal ação terá como objetivo a democratização do acesso a informação e a atenuação dos aspectos históricos que ainda são barreiras para a publicidade. Assim, tornar-se-á possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos direitos assegurados pela Constituição Brasileira de 1988.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!