O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da música na vida das pessoas

A música tão elitizada e de difícil acesso para determinadas classes da sociedade, no século XIX, passou a ser disponível a todos através da invenção do rádio, que incrementou a música como parte do cotidiano do individuo. No Brasil, a arte musical teve grande importância na construção social e de identidade do povo brasileiro, e foi trilha sonora de diversos movimentos contra a ditadura. Entretanto, o poder terapêutico da música e sua capacidade de desenvolver habilidades cognitivas, não são de conhecimento ou se quer cogitado por muitos. Primeiramente, o a junção de ciência, saúde e música deu origem à musicoterapia. Apesar de seu grande crescimento, após sua integração as práticas terapêuticas do SUS, os benefícios da musicoterapia ainda é um grande mistério para grande parte da população. A música tem sido usada no tratamento de crianças autistas e conciliada com diversas formas de tratamentos fisioterapêuticos, devido a sua facilidade de comunicação não verbal e grande trabalho de expressão corporal. Contudo, a falta de informação restringe a metodologia a poucos hospitais púbicos e privados, e torna a descrença no híbrido de arte e música ainda maior. Outrossim, a música, na escola, tem papel importante na formação integral do aluno. A educação musical na infância é capaz de promover impulsos de áreas específicas do cérebro, locais onde a leitura e a escrita não conseguem atingir, auxilia na concentração, memorização e socialização da criança com o grupo. Apesar da lei aprovada em 2008, que torna obrigatório o ensino da musicalização em escolas públicas e particulares, a legislação abrange somente o ensino fundamental e médio, e não torna obrigatório no ensino básico, principal momento de formação cognitiva da criança. Em suma, faz-se imprescindível a tomada de medidas para difundir o conhecimento sobre o poder da música. O Ministério da Saúde, em parcerias com a mídia, deve informar a população sobre as vantagens terapêuticas da música, por meio de campanhas, como, por exemplo, a campanha da vacinação, a fim de expandir a metodologia para todo o país. O Ministério da Educação, por meio de uma lei complementar, deve acrescentar a musicalização na grade curricular do ensino básico e promover palestras com profissionais da educação musical, com o intuito de informar as famílias sobre os benefícios do ensino musical. Somente assim, os benefícios da música para saúde e desenvolvimento, serão disponíveis para toda população, e a barreira do desconhecimento e descaso serão superadas.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!