O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da literacia familiar

    No filme "Matilda" de 1996, a personagem principal é uma menina de 6 anos que possui uma incrível capacidade de aprendizado e adora ler, apesar de não ser motivada pelos pais. Desse modo, a realidade se assemelha a ficção, uma vez que os responsáveis não incentivam a leitura para seus filhos. Nesse viés, dentre os desafios da literacia familiar estão o vício tecnológico e a falta de interação. 


  Em primeira análise, é possível afirmar que a relação familiar pode ser dificultada pela tecnologia. Nesse sentido, a partir da 3ª Revolução Industrial, com o surgimento da internet, computadores e celulares, a vida das pessoas se tornou mais online. Dessa forma, o usuário fica horas em redes sociais, falando com amigos virtuais, e acaba não tendo tempo para a sua família. Em suma, pais compram videogames, ao invés de livros, aos seus filhos, gerando um desestímulo à leitura e dificultando o desenvolvimento literário deles.


  Somado a isso, percebe-se que a convivência familiar está cada vez mais escassa. Segundo William James, filósofo americano, "O ser humano pode mudar o mundo, mudando sua atitude mental". Sendo assim, adultos com uma rotina de trabalho exaustiva não conseguem dar muita atenção aos filhos, porém, caso não tenham uma atitude diante de tal cenário, esquecem que os momentos em família são importantes para o desenvolvimento da criança e que também podem ser prazerosos. Por consequência, os jovens veem videogame e celulares como sua única forma de entretenimento, ocasionando a falta de diálogo e mais problemas familiares.


  Portanto, torna-se evidente que o vício tecnológico e a escassa interação dificulta a literacia familiar. Assim, cabe ao Ministério da Educação, em parceria com a mídia, criar projetos de incentivo à leitura, por meio de campanhas em redes sociais que mostrem a importância de ler para crianças, de modo que estimulem o engajamento de pais nesse desafio. Além disso, a família deve promover atividades lúdicas, por exemplo, ler um livro por semana com seu filho e depois ajudá-lo a montar um teatro de bonecos para recontar a história. Espera-se, com isso, estimular a curiosidade e a criatividade da criança, melhorando também a convivência familiar. Dessa maneira, evitará a negligência parental, como a sofrida por Matilda.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!