O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da literacia familiar

     "Escritores da Liberdade" é um filme que retrata como a educação muda a vida de jovens que estavam em vulnerabilidade. Não tão longe da ficção, observa-se que o comprometimento com a educação dos infantes e juvenis  é transcendente principalmente no âmbito familiar. Nesse sentido, as questões econômicas são pontos chaves para análise dos conflitos sociais que carecem serem encarados pela sociedade civil e política, uma que que os entraves para a garantia da literancia familiar estão ligados à difusão de responsabilidade à ignorância pluralística.
      A priori, convém ressaltar que a difusão de responsabilidade dos indivíduos faz-se ponteciador da problemática. De acordo com a pesquisa  "Retratos da leitura no Brasil" de 2015 para 2019 os índices caíram de 56% para 52% no número de leitores. Seguindo essa linha de pesquisa, esse retrato é  consequência da falta de estímulo da família que difunde sua responsabilidade com a escola de promover a inclusão da leitura no âmbito do lar. Assim,  torna-se imprescindível que a família como principal instituição social incentive a leitura das crianças para torná- las adultas leitoras.
     A posteriori, destaca-se como impulsionador  dos entraves à ignorância pluralística. De acordo com o MEC o a literancia familiar seria um conjunto de práticas relacionadas a leitura, escrita e a linguagem oral no espaço familiar. Analogamente, observa-se que a ignorância dos indivíduos  torna-se  diante dos métodos de lazer e entretenimento, principalmente os aparelhos tecnológicos,  esses preferíveis a leitura de livros. Logo, ao entregar  aparelhos que conectam à internet os pais não estimulam que os filhos busquem por livros, em consequência prejudica o desenvolvimento da leitura e até da linguagem oral deles.
     Entende-se, portanto, que medidas devem ser tomadas para mitigar o problema. A fim de atenuar a problemática, o Ministério da Educação- ramo do Estado responsável pela formação civil-, deve inserir , nas escolas, métodos mais didáticos de leitura e escrita, através de livros online e projetos de escrita voluntária com prêmios, para que haja uma maior abrangência e conquista do público infatojuvenil. Juntamente, a família como instituição social indispensável para a formação e educação dos cidadãos, deve estimular a leitura e escrita, por  meio da  leitura e compra de livros, para haver uma habitualidade com esses. Dessa forma, como os escritores da liberdade a educação terá  transformação na vida das crianças e jovens . 


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!