O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da Educação Física para o desenvolvimento infantojuvenil

Durante o século XX, o Determinismo se destacou como uma corrente filosófica que afirmava que o ambiente e ações do passado determinam a situação atual de um indivíduo. Nesse viés, é possível relacionar tal teoria com a importância da Educação Física para o desenvolvimento infantojuvenil, já que o esporte se apresenta como uma forma de incluir e preparar os jovens para a sociedade, bem como trazer benefícios para a saúde física. Dessa forma, faz-se necessário analisar o papel dessa modalidade educacional para as vidas de crianças e adolescentes.


A princípio, é fato que a Educação Física, introduzida no âmbito escolar, contribui para a construção da autonomia e compreensão do papel de cada um na sociedade, a partir da prática de jogos em equipe e com regras estabelecidas. Paralelamente, a produção audiovisual brasileira "Totalmente Demais" apresenta a história de um personagem que escapa da vida do crime graças ao esporte profissional e à oportunidades oferecidas pelas aulas de Educação Física da escola pública. Fora da ficção, tal processo representa a contribuição do desporto para o desenvolvimento dos indivíduos e, simultaneamente, da sociedade brasileira. Assim, torna-se relevante a afirmação do cientista Albert Einstein de que "uma mente que se abre para uma nova ideia jamais retornará ao seu tamanho original", simbolizando a evolução de uma comunidade a partir da apresentação de uma nova perspectiva.


Ademais, as contribuições das práticas corpóreas para a saúde física e mental são cada vez maiores. Nesse contexto, áreas de estudo sociológicos e de psicologia infantil afirmam que é necessário o estabelecimento de hábitos saudáveis desde a segunda infância, época em que a criança passa por um forte desenvolvimento físico e cognitivo. Relacionando-se a tal ideia, o documentário "Muito Além do Peso" explicita as consequências negativas da ausência de tais práticas na vida dos jovens, principalmente quanto ao aumento da obesidade infantil. Sob tal ótica, o estímulo ao movimento influencia tanto a mente, no sentido de que canaliza o gasto de energia para uma ação saudável, quanto o corpo, a partir da construção de uma consciência corporal e combate ao sedentarismo.


Torna-se evidente, portanto, a importância da Educação Física para a formação das novas gerações. Nesse sentido, o Ministério da Cidadania, em parceria com o Ministério da Educação, deve, a partir de investimentos financeiros apropriados, criar um programa nacional que facilite a transição da Educação Física no ensino público para o esporte profissional. Por conseguinte, tal processo poderá estimular um maior envolvimento de professores e alunos na área esportiva, objetivando potencializar o desenvolvimento físico e psicológico dos jovens brasileiros e expandir suas mentes para novas oportunidades, assim como pensava Albert Einstein.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!