O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A importância da Educação Física para o desenvolvimento infantojuvenil

  Na canção "Amarelo", o cantor Emicida retrata a primordialidade da atividade física para a ascensão social, bem como meio de fomentar o desenvolvimento integral dos infantes. Para além do âmbito artístico, notam-se os desafios em reconhecer a importância da educação física para o público infanto-juvenil como lastimosa realiade brasileira. No atinente a isso, a persistência da problemática reverbera em prejuízos ao coletivo, e decerto, torna-se conspícuo a necessidade de intervenções frente à óbice. Por conseguinte, é fulcral elucubrar os aspectos sociais relacionados à temática e a desvalorização da Educação física nas escolas.


 Em primeiro lugar, tem-se a decrepitude moral ao enaltecer um constructo vigente de escassa compactuação com as causas sociais. Diante disso, cabe abordar a obra "Os Sertões", em que o escritor Euclides da Cunha elucida o abandono das regiões interioranas e periféricas, porquanto estas são pouco supridas de embasamento educacional e artístico. Isso posto, pode-se relacionar à conjuntura, a inabilidade política em investir financeiramente na educação física para a população subjugada, a qual distancia-se dos benefícios propostos pelas diferentes práticas corporais e lúdicas. Desse modo, a ausência de protagonismo do ensino esportivo em tais regiões acentua a continuidade da problemática.


  Outrossim, a desvalorização da educação física empecilha o pragmatismo acerca da resolução do impasse. Nessa feita, cabe abordar o conceito de Epistemicídio, do sociólogo Boaventura Souza Santos, o qual destaca a valorização de um conhecimento em detrimento de outros, de forma a impedir narrativas plurais. Nesse ínterim, observa-se o olvidamento dos setores educacionais em garantir a equidade entre as disciplinas escolares, uma vez que tem-se a primordialidade do ensino das ciências exatas em relação à educação esportiva. Nessa feita, tais desafios dificultam o reconhecimento da educação física enquanto disciplina fundamental para formação íntegra dos infantes.


 Dessarte, reafirmam-se os prejuízos sociais acerca da não identificação  da educação física para o público infanto-juvenil. Logo, compete ao Governo Federal a garantia de expansão do ensino esportivo para as regiões subjugadas, mediante projetos voluntários, nos quais fomentem a participação das práticas corporais, a fim de viabilizar o aspecto social relacionado à temática. Ademais, as Secretarias Municipais devem realizar encontros pedagógicos nas escolas, por meio de semanas de extensão, nas quais educadores físicos discorram sobre o malefício em não reconhecer os impactos morais da falta de prática esportiva aos estudantes, no intuito de evitar o Epistemicídio. Assim, a importância da educação física tornar-se-á reconhcecida para além do âmbito musical.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!