ENTRAR NA PLATAFORMA
A dificuldade de lidar com a morte

O filme “Reine Sobre Mim” aborda a morte da família de Charlie e, consequentemente, o faz querer romper com o passado e criar em torno de si um “outro mundo” como se fosse uma máscara para esconder a sua frustação. Paralelo a isso, na realidade, o fenômeno acontece da dificuldade em aceitar o luto e tem consequências tão devastadoras quanto o filme. A princípio, tal narrativa tinha como objetivo mostrar um pouco das pessoas que enfrentam esse cenário. Entretanto, o luto é um sentimento de tristeza que é provocado pela perda de alguém. Logo, deve-se observar o estado depressivo, quando a morte desencadeia uma avalanche de sentimentos ruins. Dessa maneira, em razão da ansiedade e da depressão, não há como evitar o processo de luto, a reação varia em cada indivíduo.  
Em primeira análise, no livro “Ansiedade, como enfrentar o mal do século”, o psiquiatra Augusto Cury aborda a história de uma jovem em que a mãe dela tinha suicidado. Para ela, o mundo tinha acabado, ficou abatida, depressiva. Nesse contexto, consoante ao que foi relatado, ele explica para a jovem que a sua mãe foi vítima da Síndrome do Circuito Fechado da Memória, ela entrara em várias janelas tensionais que bloquearam o acesso a outras, o que levou o seu Eu reagir por instinto. Nesse embate, isso pode ser observado em pessoas depressivas quando não conseguem amenizar os conflitos internos, causa de uma família conturbada e outros fatores. Nessa análise, cada cidadão é afetado de forma diferente e, infelizmente, na maioria dos casos, resulta em suicídio.  
Outrossim, é necessário que as pessoas com esses distúrbios psicológicos façam tratamentos para evitar a depressão e a ansiedade. Nesse contexto, a família e amigos são fatores importantes e positivos na maneira de lidar com esse processo. Frente a essa problemática, de acordo com Benjamim Franklin, a paz e a harmonia é a verdadeira riqueza de uma família. Entretanto, mesmo que haja dificuldade em lidar com a morte, ter cuidados especiais consigo é essencial para que possa melhorar seus sentimentos, também é crucial para que seja evitado esse cenário. Em contrapartida, muitos não buscam o autocuidado e não procuram medidas eficazes para os sentimentos angustiantes, assim, prejudicam-se. Por conseguinte, é significativo melhorar esses atos.  
Portanto, faz-se necessário que Ministério da Saúde possibilite acompanhamento com psicólogos e psiquiatras, melhorando o acesso à população mais carente, seja nas escolas, seja em postos de saúde, em consulta pelo SUS (Sistema Único de Saúde), visto que a depressão e a ansiedade, são muito perigosas, é relevante que os indivíduos façam tratamentos e terapias. Somando a isso, cabe ao Ministério da Cidade combater todas as desigualdades sociais, com justiça e aprimorando leis mais eficazes em prol das vítimas, acolhendo-as e proporcionando ajuda. Por conseguinte, nesse contexto, todas as famílias e amigos devem respeitar o período de luto, uma vez que cada pessoa tem um tempo para vivenciar a perda. Dessa maneira, ter autocuidado e priorizar os sentimentos de cada indivíduo tornará uma sociedade mais harmônica e mais justa, assim, diminuirá qualquer resquício de desigualdade e sofrimento.  

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde