ENTRAR NA PLATAFORMA
A dificuldade de lidar com a morte

 Toma-se conhecimento de que um dia todos vamos morrer seja de forma natural ou não, entretanto o fato de saber que um dia alguém especial vai partir não o torna mais fácil de aceitar. Assim sendo, o indivíduo que não possuir o auxílio adequado durante o luto pode acarretar graves consequências, como doenças psicológicas, bem como crimes com intenção de vingança.


 Pode-se mencionar que uma pesquisa feita pelo site de notícias G1, mostra que uma pessoa que sofreu uma perda recente de um ente querido apresenta grandes chances de desenvolver doenças psicológicas, por exemplo, a depressão que sem o tratamento conveniente pode levar a morte. Tal como, a mãe do ator e diretor Jorge Fernando, que desenvolveu uma profunda depressão logo após a perda do filho não resistiu a partida dele.


 Outrossim, é evidente que a criminalidade no Brasil é alta e um dos crimes mais cometidos é o homicídio doloso, conforme informa o site de notícias Exame. Uma vez que a motivação de um crime pode ser diversas uma delas pode ser por vingança, como o caso noticiado pelo "ISTOÉ", em que homem que matou mulher a facadas morre após ser linchado por testemunhas. Ou seja, a não aceitação da morte pode resultar em casos como esse de se sentir "obrigado" a fazer "justiça com as próprias mãos".


 Dessa forma, o indivíduo que não possuir o auxílio adequado durante o luto pode acarretar graves consequências, como doenças psicológicas, bem como crimes com intenção de vingança. Para reverter essa problemática, cabe aos familiares apoiar a pessoa de luto nesse momento difícil, por meio de conversas ou até buscar uma ajuda profissional, de modo que essa situação seja superada da melhor forma possível. Esse apoio familiar é importantissimo para que a pessoa não se sinta sozinha ou culpada por não ter aproveitado o suficiente o indivíduo.


 


 


 


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde