O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A desvalorização do futebol feminino no Brasil

De acordo com a Constituição Federal de 1988, em seu artigo 217, É dever do estado, fomentar práticas desportivas formais e não formais. Entretanto, no que se refere a desvalorização do futebol feminino no Brasil, tal direito não tem sido assegurado, uma vez que, é perceptível a falta do incentivo necessário para tal questão, visto também que a pouca visibilidade nos meios de comunicação corroboram para essa problemática.


Convém ressaltar, a princípio, que a falta do incentivo necessário para que o futebol feminino venha à emergir, é fator determinante para a permanência do problema. Tendo em vista que sem o devido apoio será impossível mudar essa realidade. De acordo com o escritor e filósofo brasileiro Eduardo Marinho, "Não há competição onde há desigualdade de condições. Há covardia". Logo de maneira análoga, podemos afirmar que não há a possibilidade do futebol feminino e o futebol masculino competirem de maneira igualitária.


Outro ponto relevante, é a pouca visibilidade nos meios de comunicação. Haja vista, que, somada a falta de incentivo dificulta ainda mais a solução do problema. Considerando o cenário atual, onde ainda nos dias de hoje, é possível ver a discriminação por causa do gênero, tendo a equivocada ideia de que o gênero feminino seja mais frágil comparado ao masculino, podemos afirmar que a desvalorização do futebol feminino é uma consequência histórica da falsa superioridade masculina.


Portanto, algo precisa ser feito com urgência para amenizar a questão. Logo, o ministério da cidadania, Por meio de recursos vindos da secretaria especial do esporte, Deve implementar programas em escolinhas de futebol, abrindo vagas para a crianção de equipes femeninas. Nesse sentido, o fito de tal ação é combater a desigualdade que há nos dias de hoje. Somente assim, esse problema será gradativamente erradicado, pois, conforme o Gabriel O pensador, "Na mudança do presente a gente molda o futuro".

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!