O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A cultura do cancelamento

 O fim do século XX foi marcado pela possibilidade de conexão instantânea entre indivíduos de todo o mundo, atráves de sites destinados à interação social, as chamadas redes sociais. No entanto, algo que a priori apresentava-se como benéfico, acarretou em impasses prejudiciais: a sociedade como no a nova moda do século XXI, a cultura do cancelamento, que se faz presente não só pela vulnerabilidade  dos utilizadores da rede, mas também pelo costume enraizado no homem de cometer ataques ao próximo.

 Em primeira análise, de acordo com o filósofo brasileiro Luiz Carlos Pondé, a partir do momento que o usuário se transforma em objeto de venda à mercê do marketing digital, se torna um alvo em potencial a ser vítima do cancelamento das pessoas, visto que, ao expor a vida privada, aumenta significativamente sua vulnerabilidade no meio online. Tem-se como exemplo o ator americano Dan Bilzerian, que exibe sua rotina extravagante e por consequência foi vítima dos ataques na web.

 Outrossim, é perceptível que a cultura de linchamento foi cravada na história da humanidade, haja vista que, na antiguidade, os romanos tinham como lazer presenciar o assassinato de indivíduo no coliseu. Somado a isso, multidões se reuniam em praças públicas para assistir mulheres denominadas ''bruxas'' serem queimadas vivas pela Igreja Católica durante a temporada de Inquisição. Com isso, percebe-se  que a hostilidade presente no mundo virtual é reflexo de uma sociedade ofensiva que aproveita da anonimidade da rede para disseminar o ódio.

 Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. O Ministério da educação deve alertar e instruir a população atráves de um projeto de lei a ser entregue à Câmara dos Deputados. Nele deve constar a anexação de conteúdos voltados ao ensino (principalmente no nível médio) de como se portar com ética e respeito nas redes sociais, a fim de evitar que os futuros usuários mantenham o comportamento abusivo vigente no momento. Espera-se, com essa medida, que os desafios morais da cultura do cancelamento sejam freados no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!