O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A crescente descrença no pensamento científico no Brasil

Aristóteles, filósofo da Antiguidade, citou o conhecimento como a plenitude da essência humana. Neste sentido, entende-se o conhecimento como garantia do sentido único da existência (filosófica) do homem: a racionalidade. Entretanto, o desprezo criminoso de informações com respaldo científico gera consequências incomensuráveis.
A priori, destaca-se a marginalização de estudos científicos, menosprezados pela massa populacional sem qualquer constatação que refutem sua veracidade. No campo da psicologia, o efeito Dunning-Kruger, baseado no comportamento cognitivo quanto a auto superestimação de competências, leva as pessoas à seletividade social, provocando a perda do senso crítico coerente em âmbitos que, em algumas vezes, oferecem riscos à vida.
A posteriori, como consequência desta privação, de acordo com o G1, 90% dos brasileiros praticam a automedicação; este ato pode originar problemas posteriores como infecções, intoxicações e desenvolvimentos de bactérias. Então, as pessoas arriscam suas vidas em função de sua incapacidade em aceitar afirmações que não corroborem com sua bolha crítica.
Evidencia-se, assim, a necessidade do conhecimento na construção do indivíduo. Os Ministérios da Cultura, Educação e Saúde devem promover financeiramente, com uso de verbas públicas, ações como palestras em escolas e propagandas nas redes sociais que garantirão à população no que tange a importância do conhecimento científico, evitando, por exemplo, o mau uso de medicamentos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!