O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A crescente descrença no pensamento científico no Brasil

O Brasil, como um país em desenvolvimento, se mostrou muito ligado ao avanço da ciência nos últimos anos. Juntamente com esse avanço, veio a melhoria da qualidade de vida da população, tornando o país uma crescente referência em diversas áreas. Entretanto, percebe-se hoje uma estagnação do pensamento científico. O que está por trás desse processo?
Uma das grandes conquistas da saúde pública foi a erradicação ou redução de doenças que outrora eram epidêmicas, como a varíola. Porém, a vacinação, principal responsável por esse quadro, corre riscos no país. Em 2017, apenas 1 estado cumpriu a meta de pessoas vacinadas contra o sarampo. Por trás do funcionamento ineficiente do sistema de saúde e o simples desinteresse da população, existem agravantes maiores: cresceu o movimento antivacina, e muitos pais recusam-se a vacinar sues filhos, sob justificativa de que isto causa doenças, colocando em risco não só suas famílias, mas toda uma sociedade.
O problema da ciência vai além de suspeitas injustificadas. Desde a educação básica os jovens são desestimulados para a área, em especial das ciências exatas, e o trabalho do pesquisador é alvo de estereótipos como os de "perda de tempo" e salários baixos. Além disso, há desinteresse do próprio governo, cuja recente medida cortará bolsas de pós-graduação, atingindo o cerne da pesquisa científica brasileira, que já conta com poucos recursos.
Portanto, verifica-se que urge a necessidade de mobilização popular para exigir reformas na área da ciência. Nas escolas, mais incentivo educacional proporcionará a formação de jovens cientistas, que deverão contra com acessibilidade universitária para o desenvolvimento de seus estudos. Tais ações devem ser encabeçadas pelo Ministério da Educação e, em conjunto com o reforço de campanhas midiáticas, governamentais ou não, para desmistificar os temas científicos, proporcionação a valorização da ciência no Brasil e a continuidade de seu desenvolvimento.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!