ENTRAR NA PLATAFORMA
A banalização do coaching

Desde o início do século 21 no Brasil,o coaching tem ganhado espaço como ferramenta de desenvolvimento de competências e habilidades. Entretanto, a falta de regulamentação da profissão e a ineficiência de órgãos defensores do consumidor fez com que inúmeros profissionais desqualificados adentrassem no mercado divulgando fórmulas milagrosas para as pessoas.Nesse sentido, torna-se necessário o debate acerca dessa problemática.


Primeiramente, vale destacar que a Constituição Federal de 1988, define que é livre o exercício de qualquer trabalho,desde que sejam estabelecidas as exigências profissionais e legais  dessa atividade na lei. Todavia,no contexto atual, a falta de regulamentação promove a entrada de enganadores que não possuem habilidades para exercer a profissão e que, consequentemente, agravam a situação emocional e profissional dos seus clientes. Desse modo, tal banalização gera um estado de desconfiança aos coachings qualificados.


Conquanto, Código de Defesa do Consumidor proíba explicitamente a prática de  propaganda enganosa,muitos coaches fraduluentos vendem seus serviços fazendo promessas ilusórias através dos meios de comunicação. Portanto, observa-se uma ineficiência dos órgãos governamentais em encontrar e punir tais transgressores, de modo que seja frequente relatos de pessoas lesadas por tais práticas.


Diante dos fatos supracitados, faz-se mister que o Congresso crie um projeto de lei que promova a regulamentação do coaching, a fim de  estabelecer os parâmetros de exercício da profissão como salários e a qualificação mínima exigida, com o propósito de garantir a entrada de profissionais preparados para o mercado de trabalho. Outrossim,o Órgão de Proteção e Defesa do Consumir deve fiscalizar rigidamente a divulgação de serviços relacionado ao coaching nos meios de comunicação, a fim de impedir que pessoas sejam lesadas por enganadores.Em vista disso,a banalização do coaching deixará de ser um problema no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde