ENTRAR NA PLATAFORMA
A banalização do coaching

Para suprir as demandas de pessoas que buscam se desenvolver em habilidades diversas como autoconfiança, carisma e liderança, alguns oportunistas se aproveitaram disso para ganhar dinheiro e compartilhar seus conhecimentos, todavia não é sempre que estes trabalhadores possuem o potencial de exercer tal função. Nesse sentido, surgem dois problemas: A possibilidade de danificar o estado mental e de reduzir as eventualidades de alguém praticar algum outro ato produtivo.



Em primeiro lugar comvém indagar que os que ajudam um cliente a atingir um objetivo pessoal ou proficional podem causar grandes abalos na vida das pessoas, pois ao fazer alguém se esforçar demais sem proporcionar a elas o que esperavam, estas tente a se frustrem. Analogamente, no anime Naruto, o personagem Sasuke se esforçou muito durante anos para vencer seu irmão e ao falhar na primeira tentativa, seu psicológico foi bastante abalado a ponto de levá-lo a se juntar com Orochimaro que era um dos vilões do anime.



Outro fator importante é que muito podem estar desperdiçando suas vidas em algo pouco produtivo. NO momento em que Estes praticam uma atividade que utiliza seus tempos e geram resultados abaixo do prometido pelos Coach. Paralelamente, no desenho Cérebro e Pink, é demostrado o personagem Pink seguindo os planos do Cérebro de dominar o mundo, porém devido à incapacidade deste de realizar está ação, O pink passa a se dedicar em uma ilusão e deixa de fazer coisas que podem ser mais interessante.



Torna-se evidente, portanto, que o tema em questão não é para amadores e exige responsabilidade. Logo, é necessário que os estrutures de atividades de formação pessoal analisem se seus trabalhos realmente geram resultados por meio da própria experiência ou de uma cobaia a fim de que seus treinamentos sejam efetivos e mudem para melhor a vida de seus consumidores. Dessa forma, essa profissão será realmente útil e promoverá grandes feitos.


Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde