O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

A autonomia da mulher brasileira nos casos de interrupção da gestação

A constituição Brasileira prevê o direito a liberdade de escolha, pensamento e expressão,contudo se têm o mau julgamento das mulheres que decidem abortar, pois alegam não possuir condições econômicas, físicas ou psicológicas para ter a criança,o que é algo não aceitável pela população.Em campanhas como: "Diga não ao aborto" são divulgadas imagens de crianças ensanguentadas, roxas e em alguns casos com deformações ou má-formação, afim de questionar a autonomia da mulher brasileira nos casos de interrupção da gestação, tentando manipular o livre arbítrio destas mulheres.
Abortar ou não é uma escolha da própria mãe; o poder feminino precisa defender uma mulher em suas escolhas, pois a autonomia de dizer "sim ou não", escolher seu representante político, trabalhar e chegar a cargos altos nas empresas, foi uma conquista de muitas mulheres que morreram defendendo a sua voz como manifestação de opinião dentro da sociedade.Diante disso, é ridículo e ignorante duvidar da ética das mulheres brasileiras que desejam abortar,elas podem,tem o direito e seus motivos para interromper uma gestação.
A gestação acarreta uma série de produções hormonais no corpo, ocasionando mudanças de humor,oleosidade na pele,febre, dor de cabeça, náuseas,dores nas costas,aumento no volume dos seios, dentre outros, que vão variar pelo tipo de útero,doenças uterinas e históricos familiares.Estes sintomas vão ser sentidos pela gravida por estar se formando um indivíduo dentro de seu útero, portanto a mãe precisa estar preparada para estes incômodos.O estado emocional da gestante precisa estar como prioridade ,também, já que esta visualizara todas as mudanças corporais durante a passagem dos meses, aumento da barriga e desânimo de se arrumar, pois as roupas começam a não servir.
Em conclusão: a mulher brasileira precisa que seu direito de liberdade seja respeitado colocando em divulgação políticas públicas de conscientização em outdoors,televisão e redes sociais propagando o poder da mulher em suas escolhas e principalmente com relação ao indivíduo gerado dentro de seu ventre, que irá transformar seu corpo e psicológico.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!