Como funciona o ProUni?

por | abr 30, 2021

O ProUni é um dos processos seletivos mais importantes ligados ao Enem! Confira a seguir como funciona!

Criado em 2004 pelo governo federal, o Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de graduação e de cursos sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior.

Mas você sabe como funciona para conseguir uma dessas bolsas? Se não, fique ligado(a) que vamos contar tudo aqui!

Todo estudante que participou do Enem imediatamente anterior ao processo de seleção do ProUni pode concorrer às bolsas, desde que obtenha a nota mínima exigida pelo Ministério da Educação (MEC). Ou seja, é preciso ter atingido 450 pontos de média das notas e o candidato não pode ter zerado a redação. Além disso, precisa cumprir os seguintes critérios:

  • ter renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; e pelo menos uma das situações abaixo:
  • ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em escola privada com bolsa integral da instituição;
  • ter cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em escola privada com bolsa integral da instituição;
  • ser pessoa com deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício, integrando o quadro permanente da instituição, e estar concorrendo a vaga em curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Nesse caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.

As bolsas de 100% são cedidas àqueles estudantes que têm renda bruta familiar de até 1,5 salários mínimos por pessoa; já quem apresenta até 3 salários por pessoa na renda bruta familiar pode conseguir bolsas de 50%. Quem deseja receber uma bolsa do ProUni não pode possuir diploma de curso superior.

Em outras palavras: se você já é graduado, o ProUni não é para você. Um dos objetivos do programa é dar acesso à primeira graduação.

Então, cumpriu os requisitos? Agora vamos saber como é feita a seleção!

Na hora da inscrição

Ao se inscrever ao ProUni, você pode escolher até duas opções de instituições, cursos e turnos, conforme sua preferência e seu perfil socioeconômico. Enquanto as inscrições estiverem abertas, é possível alterar essas opções. Mas, atenção: será considerada válida apena a última inscrição confirmada! A inscrição é totalmente gratuita e feita pela internet.

Além dos critérios do MEC, na hora de escolher o curso, verifique se a instituição que você procura não possui requisitos específicos, pois, caso você não os atenda, poderá perder seu direito à bolsa.

As seleções para as bolsas do Programa acontecem duas vezes por ano, uma no início do primeiro semestre e outra no começo do segundo. Por isso, confira sempre informações sobre a abertura do sistema de inscrição para que você não perca os prazos! Siga as páginas do MEC nas redes sociais e acesse a página oficial do ProUni para ficar sempre por dentro de tudo!

Nota de corte

Assim como no Sisu, no processo seletivo para as bolsas do ProUni você pode acompanhar, a partir do segundo dia, a nota de corte de cada curso, que é disponibilizada para informação e acompanhamento dos candidatos. Dessa forma, é possível, até que as inscrições se encerrem, alterar as opções e assim aumentar as chances de conseguir a sua bolsa de estudos.

Por essa razão é importante que você se registre logo na abertura do período de inscrições. Dessa forma, consegue acompanhar essas oscilações e fazer escolhas mais assertivas no processo. Não deixe para a última hora!

Sistema de cotas

É possível disputar as bolsas do ProUni pelo sistema de cotas. A reserva de bolsas é feita a pessoas com deficiência e aos autodeclarados indígenas, pardos ou pretos. No entanto, esses candidatos também devem cumprir os requisitos gerais do Programa, que você leu lá em cima .

Vale lembrar que, nesse caso, o candidato abre mão da ampla concorrência e disputará as bolsas só com quem também escolheu essa modalidade. Desse modo, o sistema selecionará aqueles que possuírem as melhores notas nesse grupo.

Ou seja, nem sempre a opção pelas cotas significa que a sua aprovação para a bolsa será mais fácil. Isso porque as médias são muito semelhantes às da ampla concorrência e, em alguns casos, dependendo do curso, universidade/localidade e turno, podem ser até mais altas.

Então, aqui também é importante ter atenção à nota de corte para que você amplie as suas chances e altere suas opções, se for o caso.

ProUni e Fies: dá para ter os dois?

Sim! Para isso, você deve ter sido selecionado para uma bolsa de 50% e não ter condições de arcar com a outra metade da mensalidade. Nesse caso, pode usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para pagar esse valor.

Para que isso seja possível, a instituição em que você se inscreveu precisa oferecer vagas de financiamento no seu curso e você precisa ser aprovado no processo seletivo do Fies.

Chamadas e lista de espera

O Programa Universidade para Todos realiza duas chamadas. Na primeira, os estudantes pré-selecionados devem comparecer às instituições de ensino superior para fazer a comprovação das informações inseridas na inscrição e garantir a sua bolsa.

Assim, caso não sejam preenchidas todas as vagas, abre-se a segunda chamada, cujo prazo para a comprovação dos dados será disponibilizado no site do ProUni e também junto às universidades/faculdades.

Se você não for pré-selecionado em alguma das duas chamadas, pode, ainda, manifestar interesse em ficar na lista de espera. Nesse caso, não é necessário ir até as instituições, devendo o candidato aguardar a publicação das datas no cronograma do Programa.

Atenção: a lista de espera do ProUni é única para cada curso e turno de cada faculdade de oferta.

Agora que você já sabe bastante sobre o Programa Universidade para Todos, que tal colocá-lo como uma das suas opções para ingressar em uma faculdade e realizar o seu sonho profissional? Na hora de escolher seu curso, opte por algo que você realmente goste, afinal, é seu futuro que estará sendo decidido ali. Aproveite todas as oportunidades disponíveis para conseguir a sua vaga. A sua chance pode estar bem mais perto do que você espera! Boa sorte!

<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/claudiabechler/" target="_self">Cláudia Bechler</a>

Cláudia Bechler

Bacharela e Licenciada em Letras Português e Literaturas de Língua Portuguesa pela UFSC. Mestra em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da UFSC.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM