Não passei no Sisu! E agora?

por | abr 20, 2021

No dia 16 de abril saíram os resultados para quem se inscreveu no Sisu 2021. Por um lado temos muitas pessoas felizes porque enfim conseguiram a tão sonhada vaga na universidade. Se este é o seu caso, parabéns e muito sucesso com a sua escolha! 

Mas não passei no SISU e agora? O que faço?”

Se este é o seu caso, fique calmo!

Elencamos a seguir alguns caminhos a serem seguidos por quem não passou no Sisu. Existem boas opções para você seguir em frente com tranquilidade e mostraremos todas elas neste artigo!

Boa leitura!


Lista de espera do SISU


Antes de pesquisar no Google “Não passei no SISU e agora?” saiba que não há motivo para desespero caso não tenha se classificado nesta primeira etapa,  pois ainda é possível participar da lista de espera. Para isso, você deve ir ao sistema de inscrições e clicar no botão correspondente, confirmando o seu interesse. 

ATENÇÃO: isso deve ser feito até o dia 23/04 (próxima sexta-feira). 

E fique ligado: você terá que escolher se quer ficar na lista de espera do curso que assinalou como primeira ou segunda opção. Lembre-se de confirmar a solicitação da lista de espera.

Ao manifestar o interesse, o sistema mostra uma mensagem de confirmação. Depois, basta acompanhar nos canais da instituição escolhida a informação sobre os aprovados via Sisu. Os resultados, nesse caso, serão divulgados a partir do dia 27 de abril. Esteja atento e consulte sempre as informações da instituição escolhida por você.


Sisu no segundo semestre


O cronograma do Sisu prevê dois períodos de inscrições: um no começo do primeiro semestre e outro no segundo. Isso significa que, se agora você não conseguiu a sua vaga, pode tentar de novo. 

Acompanhe as datas quando o MEC divulgar o cronograma do segundo semestre e se inscreva novamente. O critério é ter participado do Enem 2020.  E sem contar que agora você já tem experiência com o sistema e poderá acompanhar melhor as notas de corte, não é mesmo? Não deixe de aproveitar essa nova chance!


Prouni


O Programa Universidade para Todos (Prouni) concede bolsas parciais ou integrais em universidades privadas a pessoas que ainda não têm diploma de ensino superior. 

No início de 2021, o processo seletivo do Prouni aconteceu antes da realização do Enem 2020 e somente quem fez o Enem 2019 pôde se inscrever. Agora quem participou do ENEM 2020 poderá se inscrever para as vagas remanescentes. 

E de acordo com o MEC, a etapa de inscrição para ocupar essas vagas será a partir do dia 3 de maio e vai até as 23h59 do dia 4 do mesmo mês e o resultado sairá no dia 7 de maio, na página do Prouni. 

E não se preocupe!

Se ainda assim você não conseguir garantir a sua vaga, tem Prouni de novo no segundo semestre. Então, fique atento e não perca as datas de inscrição!

É necessário atender a alguns critérios para poder concorrer, como ter feito, no mínimo, 450 pontos na média das notas e não ter zerado na nota da redação. Além disso, para concorrer à bolsa integral, o candidato precisa comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Para a bolsa parcial (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.


O candidato ainda deve atender pelo menos uma dessas condições:


  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública.
  • Ter feito o ensino médio completo em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola.
  • Realizado ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

Se você se enquadra nesses critérios, o Prouni pode ser uma boa opção para você!


Novo Fies


Se você conseguiu vaga em uma universidade privada sem bolsa, pode tentar o financiamento estudantil. 

Para isso, a instituição em que está matriculado deve estar cadastrada no programa e ter avaliação positiva no MEC. Ainda é necessário também que o candidato tenha feito o Enem. 

Saiba mais sobre o Novo Fies aqui.


Não passei no sisu e agora?


Apesar de ter outros vários caminhos (como o Prouni e o FIES), vale a pena você reavaliar o seu desempenho no Enem. Assim, poderá pensar em estratégias para se sair melhor da próxima vez. 

Pode ser que você tenha que passar pelas provas de novo, mas sempre pense pelo lado positivo: você vai começar este próximo ano com boa parte do conteúdo em sua mente. Seu trabalho será mais de revisão e reforço daquilo que você já aprendeu. 

Pois desse modo, é muito mais fácil conseguir se dar bem. Comece a planejar agora uma rotina de estudos

E já que você entendeu como uma boa nota na redação pode aumentar sua média e fazer toda a diferença na hora de conseguir uma aprovação, comece a treinar desde já. 

E nada melhor do que ter o acompanhamento de quem entende do assunto!




Conheça o Redação Online

Conheça os planos do Redação Online e veja sua nota aumentar em até 400 pontos no próximo ENEM!

Isso mesmo! 

Nosso método funciona e nossos alunos garantem. 

Invista em você!

<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/claudiabechler/" target="_self">Cláudia Bechler</a>

Cláudia Bechler

Bacharela e Licenciada em Letras Português e Literaturas de Língua Portuguesa pela UFSC. Mestra em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da UFSC.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM