A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema: o valor da vida humana no mundo contemporâneo. Sua redação deve apresentar proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. Atente-se para o número mínimo de 7 linhas e máximo de 30 para desenvolver suas ideias.

Texto 1

Um clima de comoção e revolta marcou nessa semana o enterro da menina Emanuelly Vitória Fernandes, de 5 anos. Essa foi a sexta morte confirmada desde que duas barragens da mineradora Samarco se romperam, no último dia 5, causando uma onda de destruição no vilarejo de Bento Rodrigues, zona rural de Mariana (MG). Dois corpos seguem sem identificação.

O ambientalista e membro do Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas (Fonasc) Gustavo Gazzinelli esteve no local depois do episódio e agora se concentra na articulação de movimentos para discutir a reação perante os fatos. Ele ressalta que a fiscalização das barragens sempre deixou a desejar, uma vez que a vistoria, na prática, fica a cargo das próprias empresas.

E essa falta de controle traz uma série de riscos. Segundo ele, as barragens já demonstraram que são perigosas e inseguras para a população. “As empresas que causam os impactos é que fazem o monitoramento das estruturas. Muitas informações são filtradas pela mineradora, já que não quer que os impactos que ela promove sejam de conhecimento público. Tem mil formas de escamotear isso e o Estado adotou uma postura de acreditar nelas”, enfatiza.

A tensão está ainda maior desde que foi informado que a barragem Germano – localizada no mesmo complexo de Fundão e Santarém, as outras duas que foram rompidas – está tendo que passar por um reforço. Conforme foi apurado, as paredes estão trincadas e há ameaça de uma nova ruptura. O isolamento na área, que antes era de um raio de 3 quilômetros, passou para 10 quilômetros e moradores de regiões vizinhas a Bento Rodrigues estão sendo obrigados a deixar o lugar.

No mesmo dia em que o desastre aconteceu, o Ministério Público instaurou um inquérito para investigação das causas. A apuração deve ser concluída em um mês. Entre as hipóteses, será avaliado se as condições exigidas à Samarco no licenciamento das barragens vinham sendo cumpridas. A explosão de uma mina momentos antes e um tremor de terra sentido na região também são considerados, além da possível influência de obras realizadas no local.

Em nota, a empresa afirmou que está mobilizando todos os esforços necessários para reduzir os danos ambientais e priorizar o atendimento aos atingidos, disponibilizando água, cestas básicas, itens de higiene pessoal, material e equipamentos de limpeza e caminhões-pipa.

(Catástrofe em Mariana: A culpa é de quem? Extraído e adaptado de http://www.revistaforum.com.br/semanal/catastrofe-em-mariana-culpa-e-de-quem/)

Texto 02

banalização violência tira

Texto 03

Embora ainda não haja um número exato de mortos no massacre de Paris, a polícia francesa informa que cerca de cento e cinquenta pessoas foram executadas dentro da casa de shows ‘Bataclan’, onde ocorria um show de uma banda de rock famosa dos Estados Unidos. Ainda não se sabe se os integrantes dessa banda estão entre os mortos. Algumas pessoas foram resgatadas pela polícia e três terroristas foram mortos.

Segundo um jornalista que sobreviveu ao ataque no Bataclan, os terroristas adentraram o local com os rostos descobertos, recarregaram as armas na frente de todos e continuaram atirando. A CNN noticiou que os radicais islâmicos utilizaram fuzis de fabricação russa (AK-47). Recentemente um jornalista que sobreviveu a dez dias com o EI contou que eles pretendem fazer um ataque nuclear e que autoridades haviam interceptado a compra de material radioativo entre eles e russos.

(Estado Islâmico mata 150 pessoas em casa de show ‘Bataclan’. Extraído e adaptado de http://br.blastingnews.com/mundo/2015/11/estado-islamico-mata-150-pessoas-em-casa-de-show-bataclan-00652489.html).

cruzes banalização da violência

ESCREVER SOBRE ESTE TEMA!

Comentários do Facebook