logo redação online

desconversa

Temas e Repertórios
Otavio Pinheiro

“Escola sem partido” e suas consequências na educação brasileira

Texto I “[…]O programa, que tem ganhado defensores e críticos nos últimos tempos, existe desde 2004 e foi criado por membros da sociedade civil. Segundo Miguel Nagib, advogado e coordenador da organização, a ideia surgiu como uma reação contra práticas no ensino brasileiro que eles consideram ilegais. “De um lado, a doutrinação política e ideológica em sala de aula, e de outro, a usurpação do direito dos pais dos alunos sobre a educação moral e religiosa dos seus filhos”, explica. Para Nagib, todas as escolas têm essas características atualmente. A proposta do movimento é de que seja afixado na parede das salas de aula de todas as escolas do país um cartaz, onde estarão escritos os deveres do professor. Esses deveres são: 1 – O Professor não se aproveitará da audiência cativa dos alunos, para promover os seus próprios interesses, opiniões, concepções ou preferências ideológicas, religiosas, morais, políticas e partidárias. 2 –  O Professor não favorecerá, não prejudicará e não constrangerá os alunos em razão de suas convicções políticas, ideológicas, morais ou religiosas, ou da falta delas. 3 –  O Professor não fará propaganda político-partidária em sala de aula nem incitará seus alunos a participar de manifestações, atos públicos e passeatas.

Leia mais »
Como fazer uma redação
Otavio Pinheiro

Tema de redação: As dificuldades inserção de jovens no mercado de trabalho

O tema de redação “As dificuldades de inserção de jovens no mercado de trabalho e sua importância” aborda uma questão relevante e atual. A transição dos jovens para o mercado de trabalho é um desafio enfrentado por muitos países, inclusive o Brasil, e envolve uma série de obstáculos e dificuldades. Nesse contexto, a importância da inserção dos jovens no mercado de trabalho é ampla e abrange diferentes aspectos. Confira abaixo textos motivadores sobre o tema para escrever sua redação: Texto 1 sobre inserção de jovens no mercado de trabalho “[…] Allison Andrade, de 25 anos, se formou em Publicidade e tem uma pós no exterior. Conta que ao terminar o curso, “estava trabalhando satisfeito com as ofertas do mercado”, mas depois de se especializar no exterior com o intuito de conseguir um melhor salário e posição laboral, encontrou uma barreira. “Há saturação. As empresas não prezam se a pessoa fez uma boa faculdade nem uma pós, pelo menos nesta área, o que importa é aceitar trabalhar ganhando pouco, mesmo sem formação adequada”, lamenta. Andrade resolveu mudar de área e optou por Engenharia Civil, depois de passar dois semestres cursando os cursos de Ciência e Engenharia da Computação. Para ele, existe

Leia mais »
sala-de-aula-carteira-escola-alunos-divulgacao-2-1024x576
Temas e Repertórios
Otavio Pinheiro

Ensino tradicional x Escolas inovadoras: quebra de paradigmas na educação

Texto I “’[A escola] precisa abrir mão de muitos mecanismos que são contrários à emancipação, como as aulas fechadas (no espaço e no tempo), as turmas isoladas, as provas como sinônimo de avaliação, os mecanismos punitivos e repressivos como advertência, suspensão e expulsão etc., precisa dar voz de fato para todos os agentes da comunidade’, afirma Osvaldo Souza, professor da Escola Politeia, localizada em São Paulo (SP), em entrevista ao Hypeness. […] a escola, que fica na zona oeste da cidade, é referência nacional em inovação e ensino democrático. Em salas que estimulam o contato entre as crianças de diferentes idades, os alunos são incentivados a pensar por si, com o objetivo de se desenvolverem de forma autônoma. […]estimula-se o aprendizado por meio de pesquisas. Os temas são selecionados a partir dos próprios interesses de cada criança e geralmente abordam mais de uma disciplina, sempre contando com o suporte de um orientador. Assim, os alunos são capazes de resolver os problemas que escolhem para si, desenvolvendo capacidade crítica e adquirindo um conhecimento que muitas vezes vai além de sua área inicial de interesse. Um bom exemplo disso é a história de uma das alunas que decidiu pesquisar sobre animais abandonados na rua. O estudo sobre o

Leia mais »
Temas e Repertórios
Otavio Pinheiro

Tema de Redação: Adolescentes e o vício em games

O tema de redação “Adolescentes e o vício em games” aborda uma preocupação crescente na sociedade contemporânea, à medida que os jogos eletrônicos se tornam cada vez mais acessíveis e populares. O vício em games refere-se a um padrão de comportamento compulsivo e excessivo em relação aos jogos, interferindo nas atividades cotidianas e comprometendo o bem-estar e o desenvolvimento saudável dos adolescentes. Os jogos eletrônicos oferecem uma experiência imersiva e estimulante, com narrativas envolventes e desafios atraentes, o que pode levar os adolescentes a desenvolverem um engajamento excessivo e prolongado. Esse engajamento exacerbado pode resultar em negligência de responsabilidades escolares, sociais e familiares, levando a problemas de saúde física e emocional, isolamento social e queda no desempenho acadêmico. Confira os textos motivadores sobre o tema: Texto 1 “Pode haver problemas por trás dos olhares fixos da garotada que dedica tempo e energia demais aos videogames. Uma pesquisa feita na Ásia com 3.000 crianças em idade escolar indicou que uma em cada dez era ‘viciada’ em games. Segundo os pesquisadores, apesar de as crianças já apresentarem problemas comportamentais, o uso excessivo de videogames aparentemente agravou os distúrbios. De acordo com Douglas Gentile, diretor do laboratório de pesquisa de mídia da Universidade

Leia mais »
por-que-voce-deve-comecar-a-estudar-redacao-agora
Dicas de Redação
Otavio Pinheiro

Por que você deve começar a estudar redação agora?

Lembra que a gente te deu umas dicas básicas pra tentar sair da fossa pós-resultado não tão bom no ENEM? Se não viu, tá perdido, vamos deixar o texto aqui. Já estamos em março, o carnaval já passou, o que significa que o ano começou oficialmente, então, era pra você já ter superado o que ficou no ano passado. Já superou? O que tá faltando, então? Falta começar a estudar redação. E se você me dizer “mas só estamos em março”, eu te digo “já estamos em março” e você deve começar a estudar redação agora. Quer saber por quê? Chega mais! Por que começar a estudar redação agora? 1) Já viu alguém chutar em redação e se dar bem? Não Já falamos várias vezes que redação é uma coisa subjetiva, lembra? Então, coleguinha, não há a menor possibilidade de você chutar na redação e ter um bom resultado. Não tem somatória, não tem múltipla escolha. É só você, sua cabeça genial, a proposta e a folha, e esse quarteto precisa ser fantástico. Duro, né? Mas é a realidade e você, além de aceitá-la, precisa lidar com ela, assim como um atleta olímpico lida com o fato de que precisa

Leia mais »

Você leu o bastante?

O ano acabou, as redações que você tinha que fazer você já fez, então só sobra a reflexão: como você colaborou para aumentar seu repertório sociocultural nesse ano? E ai, Você leu o bastante? Você acha que leu o bastante? Que se informou o bastante? Que esse ano foi construtivo educacionalmente? É bem provável que nessa altura do campeonato você já tenha escutado muitas dicas para melhorar sua escrita: ter um bom domínio da norma culta da língua portuguesa; utilizar referência para enriquecer seu texto; respeitar a estrutura da modalidade textual solicitada, entre outras. Há ainda uma outra diga que pode ser chamada de “mãe” de todas essas outras que mencionamos: leia, leia de tudo e bastante. Por que ler é importante? Quanto mais você tiver contato com diferentes tipos de escrita, maior vai ser a sua bagagem de leitura. Um repertório amplo e diversificado vai fazer com que você aprimore nos seguintes aspectos: Conhecimento quanto os variados tipos de texto; Domínio da norma culta da língua na prática textual; Referências para utilizar em seus próprios textos; Percepção quanto ao uso da língua nos diferentes tipos textuais; Por isso, é importante que você leia revistas, jornais, portais de notícias, blogs e,

Leia mais »
Tema: Manifestações populares e segurança nacional
Dicas para Concursos
Otavio Pinheiro

Tema: Manifestações populares e segurança nacional: os limites para a preservação da integridade física e moral

Leia os textos abaixo e faça uma redação sobre Tema: Manifestações populares e segurança nacional. CFOBM-DF – Idecan – 2017 Manifestantes tentam furar bloqueio de segurança e entram em confronto com a PM O clima é de guerra na Esplanada dos Ministérios. Munidos de máscaras e mochilas, um grupo de manifestantes deixou a concentração no Museu da República, por volta das 17h desta terça-feira (13/12), e desceu rumo ao cordão de isolamento montado pela Polícia Militar em frente à Catedral. Há confronto entre manifestantes e os policiais. As pessoas que desceram em direção ao museu iniciaram um enfrentamento contra os PMs, que reagiram com gás de pimenta e cassetetes. Os manifestantes recuaram e começaram a voltar para o Museu da República por volta das 17h23, mas bombas são lançadas dos dois lados. A tropa de choque da PM avançou contra os manifestantes para que eles se afastem do cordão de isolamento. Há pelo menos um policial militar ferido no rosto. De acordo com a corporação, são cerca de 2 mil pessoas na Esplanada. (Disponível em: bombeiros df..) O princípio da dignidade da pessoa humana, enquanto fundamento basilar do Estado Democrático de Direito, deve ser utilizado pelo poder público como parâmetro

Leia mais »
Como driblar a insegurança na hora de fazer a redação?
Dicas de Redação
Otavio Pinheiro

Como driblar a insegurança na hora de fazer a redação?

Mesmo quem não tem tanta dificuldade em escrever pode se sentir inseguro quando a questão é fazer uma redação no ENEM, vestibular ou concurso. Isso acontece pois é difícil mensurar “certo” ou “errado” quando se escreve um texto. Diferente, por exemplo, de uma questão de múltipla escolha, em que vamos poder conferir nossas respostas como num gabarito. Também é difícil estar preparado pra qualquer tema e lidar com o tempo limitado é complicado. Pois bem, estamos aqui para te ajudar a sair desse sufoco da insegurança com algumas dicas de Como driblar a insegurança na hora de fazer a redação? Qual o porquê da insegurança? O que exatamente te dá medo no ato de escrever? Por exemplo, a falta de hábito de leitura e de escrita é o uma das causas dessa insegurança. Até mesmo quando temos uma rotina de estudos, estamos habituados a ler textos diluídos, como os de apostilas. Com isso, perdemos o hábito de ler textos mais densos, como uma obra literária, por exemplo. A falta desse hábito faz com que tenhamos um repertório reduzido e pouca intimidade com diferentes tipos de textos, o que nos prejudica na hora da produção autoral. Analise quais são suas principais dificuldades: é na redação em si ou em

Leia mais »
Prepare-se: Unicamp!
Unicamp
Otavio Pinheiro

Prepare-se: Unicamp!

Confira as dicas para mandar bem na redação da concorrida Unicamp. Para passar na Unicamp qualquer detalhe faz diferença. Por isso, esse post é exclusivo para falar da Redação Unicamp. A prova de redação está caindo na segunda fase do vestibular, e reserva algumas peculiaridades. A Unicamp costuma propor dois textos de gêneros diferentes, que não são divulgados antes. Cada texto vale 24 pontos, fechando um total de 48 pontos. Desde o último vestibular, a redação passou a ter um peso maior na Unicamp, a produção dos dois textos corresponde a 20% da nota final. Ou seja, não dá para marcar bobeira na hora de escrever! E vamos, Prepare-se: Unicamp! Além de estar afiado na prática da escrita, o vestibulando deve ter bem claro os critérios de avaliação do vestibular que vai prestar. Isso vai fazer com que o aluno se atente aos detalhes, evitando perder pontos por pequenos descuidos, confira! Critérios de correção: Gênero textual e interlocução: Esse critério leva em conta se o texto corresponde ao gênero solicitado na proposta de redação, e se os interlocutores, ou seja, a quem você se dirige durante o desenvolvimento do texto (a quem você se refere) estão sendo considerados. Propósito: Nesse item

Leia mais »
Tema: Burocracia no século XXI: um mal necessário?
Temas e Repertórios
Otavio Pinheiro

Tema de Redação: Burocracia no século XXI: um mal necessário?

Tema: Burocracia no século XXI: um mal necessário? Texto 1: Karl EmilMaximilian Weber, nascido em Erfurt Alemanha) no dia 21 de Abril de 1864, foi um dos maiores sociólogos e o criador da Sociologia da Burocracia. Imagine um cenário por volta de 1940, empresas sendo fundadas, outras organizações evoluindo, evolução do maquinário e as Teorias de Administração surgindo. Com base nos estudos de Weber e suas referências ao estado e à igreja, administradores da época perceberam que as empresas, apesar de evoluírem, permaneciam sendo mal administradas, de forma Pessoal, baseadas em opiniões pessoais do empresário ou até mesmo com seu Humor. Segundo Weber, “A Burocracia é o único modo de organizar eficientemente um grande número de pessoas e, assim, expande-se inevitavelmente com o crescimento econômico e político”. A Teoria da Burocracia vem da premissa de que a burocracia é a organização eficiente por excelência. Fonte: administradores – weber e a teoria da burocracia de 1940 para os dias atuais Texto 2: Adotada na administração, a teoria da burocracia prevê a necessidade de um modelo organizacional racional, onde é possível alcançar os objetivos, reconhecendo o que cada um deve fazer para que o resultado seja alcançado com organização e rapidez. Esse

Leia mais »