A prevenção do câncer de mama está em evidência no mês de outubro. Assim, discutir esse tema ajuda a disseminar a importância do diagnóstico precoce.

Outubro Rosa é um movimento popular mundialmente conhecido. A cor rosa do laço que estampa as campanhas midiáticas simboliza a a luta pela prevenção câncer de mama e, mais recentemente, também sobre do câncer de colo do útero. O câncer de mama raramente acomete homens, sendo encontrado 1 caso a cada 100 diagnósticos. Portanto, é uma doença que está entre as mais temidas entre as mulheres no mundo todo. No Brasil, representa a primeira causa de morte por câncer na população feminina, segundo informações do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Confira o tema de redação da semana CLICANDO AQUI!

Para ajudar você a argumentar bem em sua redação sobre os desafios da prevenção do câncer de mama no Brasil, selecionamos alguns materiais (vídeos, artigos, filmes) para ampliar o seu repertório sociocultural sobre essa questão. Boa leitura!

1 – Vídeo: Percepções sobre o câncer de mama | Lírio Cipriani

Nesta entrevista, realizada pelo Dr. Dráuzio Varella, Lírio Cipriani, diretor executivo do Instituto Avon, relata os resultados de uma pesquisa que demonstrou as percepções sobre o câncer de mama pelas brasileiras. O entrevistado conta que grande parte das mulheres não faz mamografia por medo do diagnóstico. Além disso, ele também descreve os impactos emocionais e psicológicos da doença nas mulheres. Assim, comenta resultados que mostram que as mudanças físicas causadas pela doença interrompem, inclusive, relacionamentos. Vale assistir ao vídeo na íntegra!

2 – Artigo: Mulheres são mais abandonadas por parceiros quando adoecem

A partir deste artigo publicado no canal Universa, do Uol, você pode complementar algumas ideias trazidas por Lirio Cipriani na entrevista anterior. Por meio de histórias reais, as autoras repercutem uma pesquisa realizada pelas universidades de Stanford e Utah e pelo Centro de Pesquisa Seatle Cancer Care Alliance, todos dos Estados Unidos, que indicou que mulheres têm seis vezes mais chances de serem abandonadas pelo marido após a descoberta de uma doença grave.

Também é comentado na matéria que esse tipo de acontecimento pode interferir no tratamento. Isso porque, além das limitações físicas impostas pela quimioterapia e cirurgias, a mulher também fica debilitada emocionalmente. Ainda, na mesma página há links para outras matérias relativas ao assunto que você poderá pesquisar.

3 – Documentário: Amanhã Hoje é Ontem (2016)

Daniela Zuppo, jornalista, mostra a sua própria jornada desde a descoberta do câncer de mama até a fase de tratamento. O documentário pode ser visto AQUI e está dividido em 8 episódios. Assim, o objetivo dessa produção é passar informações e conscientizar sobre a doença a partir de uma visão mais sensível e humanizada.

A autora também escreveu um livro, de mesmo título, pela editora Ramalhete. Nele, ela descreve de forma poética sua relação com a doença e com o enfrentamento da perspectiva da morte.

4 – Filme: Unidas pela Vida (Decoding Annie Parker, 2013)

Essa obra cinematográfica, dirigida por Steven Bernstein, tem como base a história real de Annie Parker e da geneticista Mary-Claire King, que descobriu o gene causador do câncer de mama. Annie já havia perdido a mãe e a irmã para a doença e, ao receber o mesmo diagnóstico, perde o controle de sua vida. Porém, é auxiliada pela médica, que estava determinada a provar que o câncer poderia ser genético. O drama está disponível na Globoplay.

5 – Site: Femama

A Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) é uma associação civil, criada em 2006, com a missão de ampliar o acesso ao diagnóstico e ao tratamento de câncer de mama a fim de reduzir os índices de óbitos pela doença. Está presente em 17 estados e no Distrito Federal, por meio de ONGs associadas. Desse modo, atua pela proposição de uma agenda nacional de políticas públicas de atenção à saúde da mulher por meio da prevenção do câncer de mama.

No site da FEMAMA é possível encontrar informações sobre o câncer, sobre as Organizações não governamentais de apoio, bem como notícias sobre essa temática. Navegue pelas abas dessa página e leia alguns artigos para aprimorar seu conhecimento!!

6 – Vídeo: Animação sobre prevenção do câncer de mama

Na animação, é dado destaque ao cuidado que cada mulher deve ter com a pessoa mais importante: ela mesma. De forma lúdica, são mostrados os principais sintomas da doença. Tem apenas 2 minutos, portanto não custa nada dar play!

7 – Artigo: Campanha incrível alerta sobre câncer de mama usando seios masculinos para evitar censura

Em 2016, a agência David lançou uma campanha inusitada para mostrar como fazer o autoexame. Nas redes sociais, há censura com relação aos seios femininos (imagens com esse conteúdo são banidas). Assim, a proposta foi usar os seios de um homem para mostrar como se prevenir. Certamente, mais que abordar o câncer de mama, a propaganda também ironizou os padrões de nudez impostos sobre os gêneros. Portanto, sugerimos que você leia a matéria e também assista ao vídeo, que deu o que falar na época:

Outra reflexão: impedir seios de mulheres na TV e nas mídias sociais é mais importante que informar sobre prevenção? Em 1989, a atriz Cássia Kiss protagonizou uma campanha para explicar sobre o autoexame com os seios expostos. Mais de 30 anos depois, para fazer algo semelhante, o corpo feminino teve de ser tirado de cena. Será que estamos ficando cada vez mais “caretas”?

Essas são algumas dicas para você se munir de conhecimentos sobre o tema da proposta de redação desta semana. Mas não se limite: busque ainda mais informações na internet, livros, revistas, jornais. Assim, explore ao máximo todas as possíveis abordagens e discorra a respeitos dos desafios da prevenção!

QUERO APRENDER REDAÇÃO!

Comentários do Facebook