Refletir sobre a importância da Educação Física para o desenvolvimento infantojuvenil é fundamental. Amplie o repertório sobre o tema e tenha bons argumentos na sua redação.

Confira este tema de redação CLICANDO AQUI!

A prática da Educação Física na escola é extremamente benéfica para os estudantes. Além de desenvolver o corpo, auxilia a mente, proporcionando bem-estar. Por isso, discutir sobre a importância da Educação Física no desenvolvimento infantojuvenil é relevante na atualidade, especialmente nesse momento de distanciamento social.

Visando dar a você mais informações sobre o assunto, separamos alguns conteúdos que podem ser utilizados como fontes na argumentação. Assim, você terá um repertório pertinente ao tema, desenvolvendo seu ponto de vista de maneira aprofundada diante dessa proposta de redação. Portanto, esperamos que o material selecionado ajude com esse e outros temas que relacionem saúde, prática de atividades físicas e educação escolar. Vamos lá!

1 – Vídeo: Você sabe qual a importância da Educação Física na escola?

Neste vídeo, publicado pelo canal Câmara de Ciência e Tecnologia – CREF1, é possível reconhecer os benefícios da educação física escolar. Pelas palavras dos profissionais da área, em apenas 2 minutos são explicitadas as vantagens relacionadas à melhora do desempenho escolar como um todo. Além de desenvolver as funções motoras, os estudantes aprendem a trabalhar em equipe, ter responsabilidade consigo e com os outros. Assim, também são destacadas vantagens cognitivas, com aumento da autoestima, respeito e disciplina.

2 – Vídeo: Educação Física Escolar vai muito além da diversão

Na reportagem, publicada no canal do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), é mostrado que a prática de Educação Física na escola auxilia na redução dos problemas causados pela obesidade. O vídeo repercute uma pesquisa do Ministério da Saúde, de 2017, que revelou que 1 em cada 5 brasileiros estão obesos.

Assim, por meio de depoimentos de professores e alunos, discute-se a importância da Educação Física não só na infância e juventude. Além de ser fundamental para o desenvolvimento dos pequenos, o acesso aos esportes desde cedo prepara futuros adultos com melhor qualidade de vida. De acordo com a pesquisa, 45% da população afirmou ser sedentária. Um dos fatores apontados para a diminuição da prática das atividades físicas é o excesso de uso das tecnologias. Assim, o vídeo alerta para a necessidade do brincar e do equilíbrio entre a utilização de recursos midiáticos com atitudes saudáveis.

A relação entre corpo e mente também é evidenciada pelo ensino de xadrez nas aulas de Educação Física de uma escola. Você sabia que xadrez é um esporte? Em 2017 foi aprovado o Projeto de Lei 5840/16 que reconheceu poker, xadrez e dama como esportes a serem inseridos no Calendário Esportivo Nacional. Vale a pena dar uma pesquisada também sobre esses que são chamados “esportes da mente”.

3 – Vídeo: 150 minutos de exercícios por semana

O famoso Dr. Dráuzio Varella mostra, neste vídeo, que para evitar o sedentarismo e uma de suas consequências mais graves – a obesidade – são recomendados 150 minutos de prática de atividade física por semana. Essas atividades precisam ser de moderadas a intensas, conforme orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Embora não fale especificamente da Educação Física escolar, o vídeo é uma boa fonte de informação relacionando exercícios físicos a uma melhor qualidade de vida.

4 – Artigo: O quebra-cabeças da educação física à distância

Como proporcionar aulas de Educação Física eficientes em tempos de distanciamento social? Essa é a questão abordada pela reportagem da revista GQ. Desde março de 2020, as instituições escolares tiveram de se adaptar para o ensino remoto. No entanto, a Educação Física – que muitas vezes requer espaço amplo para a prática – acaba prejudicada nesse novo modelo.

Especialmente para as crianças, a ausência de atividades físicas pode ser prejudicial de muitas formas. Além da atividade em si, a importância da Educação Física se revela na interação com os colegas. Assim, à distância esse aspecto não consegue ser contemplado. Fora isso, nem sempre os pais têm as qualificações necessárias – ou mesmo tempo – para realizarem as atividades com os filhos.

Algumas alternativas são mostradas, como videoaulas e brincadeiras mais simples, com objetos que se tem em casa. Porém, geralmente as aulas não são ao vivo, impedindo a interação entre professores e alunos e um acompanhamento mais cuidadoso. Pensar como a pandemia afeta as aulas de Educação Física é um caminho para falar da importância dela na redação.

5 Artigo: Como trabalhar a inclusão na Educação Física Escolar

A educação inclusiva pode ser um caminho original para tratar sobre a importância da Educação Física para o desenvolvimento infantojuvenil. O olhar para as minorias é pouco explorado por muitas pessoas, por isso merece nossa atenção. De fato, é pouco comum pensarmos nas dificuldades de promover o acesso de pessoas com deficiência a aulas adaptadas. Portanto, é essencial discutir a prática de atividades físicas para esse público na escola.

No artigo, você vai conhecer as diferenças entre a Educação Física adaptada e a Educação Física inclusiva. Também vai identificar os benefícios da inclusão para o desenvolvimento de competências socioemocionais. Além disso, ao final são descritas algumas práticas que podem ser aplicadas na escola, envolvendo todos os estudantes. Vale a leitura!

Agora, a partir do que selecionamos e suas próprias pesquisa, escreva uma excelente redação sobre a temática da semana. Bons estudos e siga treinando!

QUERO APRENDER REDAÇÃO!

Comentários do Facebook