E aí, pessoal, como estão os corações a pouquíssimos dias da prova? Com certeza, batendo mais forte ainda, certo? Esse é o momento de juntarmos tudo o que estudamos ao longo dos meses de preparo e simplesmente arrasarmos no ENEM.

Sabemos que as provas desse teste são formuladas logo no início do ano, mas há vários assuntos bem atuais que podem nos auxiliar a responder às questões ou até mesmo a desenvolver a redação. Por isso, vamos dar uma olhadinha no que não pode passar em branco?

Resultado de imagem para enem"

1-      Polarização política no Brasil e no mundo

Desde as últimas eleições presidenciais, a polarização política ficou mais evidente, entretanto, os embates entre a esquerda e a direita extremistas não são novidade tanto em nosso país quanto em países internacionais.

Conhecer melhor sobre esse fenômeno pode te ajudar a responder com mais propriedade às questões de história e, claro, atualidades. A depender do tema da redação, é possível até mesmo usar o fato como argumento ao longo do seu desenvolvimento, apenas tome cuidado para não se posicionar dentro do texto.

2-      Nova previdência

Em discussão já há alguns anos e em vias de se tornar realidade, as propostas relacionadas à nova previdência carregam uma série de pontos a serem levantados, tanto sob o ponto de vista positivo quanto sob o ponto de vista negativo. Fato é que muito do que se discute hoje com relação a se criar novas leis a fim de garantir a aposentadoria de todos está intimamente ligado à crescente corrupção política, por conta disso, os dois assuntos andam de mãos dadas.

Na redação, há várias alternativas e caminhos para se incluir a nova previdência, desde os reflexos da corrupção até mesmo o aumento da expectativa de vida na população brasileira.

 3-      Imigração no Brasil

Conflitos mundiais desencadearam uma série de fugas (em especial no continente africano e Oriente Médio) para países europeus e também para o Brasil.

Desde 2011, nosso país tem recebido pessoas de diversas origens e tentado criar situações minimamente dignas para que elas vivam aqui. Se por um lado discutem-se aspectos ligados à obrigatoriedade de fazer valer a humanidade, por outro é cabível pensar: Um país que não oferece boas condições de vida para seus próprios filhos tem condição de receber uma população ainda maior? Quais são os impactos diretos na educação, saúde, empregabilidade, inflação, mobilidade urbana, segurança e moradia?

Como é possível notar, a imigração para o Brasil pode render muitas linhas de argumentação na sua produção textual.

Resultado de imagem para imigração brasil atual"

4-      Armamento da população

Impossível não tocar nesse tema. Com o governo Jair Bolsonaro, a possibilidade de se armar a população a fim de elevar os níveis de segurança nunca foi tão abordada. Até na fila do supermercado as pessoas estão conversando sobre isso, sempre com visões bastante distintas. 

Para ficar por dentro desse assunto, leia sobre o padrão de segurança em países que autorizam o uso de arma de fogo entre a população e compare com a realidade de países que ilegalizam o porte de armas. 

5-      Escola sem partido

Uma escola neutra, sem tendenciosidade política, sem extremismos e doutrinação é o que propõe o que conhecemos como escola sem partido, mais uma temática polêmica e que dá aquele pequeno pano para manga.

Educadores e cientistas políticos nos fornecem duas visões interessantes, mas opostas: a primeira é a de que a escola deve ser realmente neutra, cabendo à família e ao indivíduo o encaminhamento político dos alunos, já a segunda considera que a escola, enquanto espaço de discussão e pluralidade de ideias, deve sim tratar de temas especificamente políticos, apresentando variadas concepções.

E você, o que pensa sobre isso? Escola neutra ou com discussão política? Quais são os benefícios e os prejuízos de cada uma das posições? E por quê?

Resultado de imagem para escola"

6-      Militarização da educação

2019 realmente tem sido um ano de se olhar e de se questionar a real condição da educação brasileira, bem como de se tentar encontrar caminhos que levem às melhorias, já que o Brasil tem figurado em algumas das piores posições em rankings educacionais do mundo.

Também com o governo Jair Bolsonaro e com o amparo de alguns casos de sucesso, promove-se a implantação de escolas militares em todo o país, sob o argumento de que as regras e a disciplina no setor da educação devem ser endurecidas a fim de que haja maior e melhor aprendizado. Será mesmo? Fica aí a dúvida para pensarmos com bastante cuidado. 

7-      Educação domiciliar

Também conhecida internacionalmente como homeschooling, já há alguns anos discute-se o projeto de lei que visa à autorização da educação domiciliar. Pouco se sabe ainda sobre os pormenores do projeto, mas essencialmente a ideia é de que os pais tenham direito a escolher se seus filhos serão ensinados na escola tradicional ou na própria casa, com o auxílio de tutores. Basicamente, a intenção inicial é que, com a vigência da educação domiciliar, todos tenham acesso à educação, mesmo em áreas rurais onde não há escolas por perto.

Por não sabermos qual é a ideia exata de funcionamento do projeto, é bastante complicado promovermos uma discussão de qualidade e com argumentos consistentes, sendo assim, mantenha ainda posições moderadas a respeito.

Resultado de imagem para educação domiciliar"

8-      Questão indígena

Desde o início do governo do atual presidente, a questão indígena voltou a figurar as discussões no país. Isso se deu por conta da retirada da FUNAI do Ministério da Justiça, passando a fazer parte do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, sendo assim, o Ministério da Justiça não é mais o órgão competente por demarcar e proteger terras indígenas.

A principal questão aqui é a seguinte: Com a mudança de ministérios, é possível dizer que a exploração territorial, mineral e agrícola aumentará nos territórios indígenas? Por quê?

9-      Crise econômica

Um tema que traz vários subtemas com ele, dentre eles o empobrecimento da população, a empregabilidade e o desemprego, a diminuição do poder de compra da nação, a má distribuição de renda e a ameaça à segurança. Como a crise econômica tem se acentuado já há alguns anos, seja nas questões ou seja na redação o assunto deve aparecer no ENEM 2019.

10-  Incêndio em patrimônios culturais

Em setembro de 2018, tivemos o devastador incêndio no Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. Em abril de 2019, o telhado da catedral de Notre-Dame, em Paris, foi destruído, também tomado por fogo. Tais perdas chamam nossa atenção para a conclusão: Por que patrimônios culturais de tão grande importância têm tido seu cuidado deixado em segundo plano?

É muito interessante também que você avalie qual é a relevância dos patrimônios culturais com relação à preservação das características de um povo e à educação das futuras gerações.

Resultado de imagem para museu nacional"

 11-  Coreia do Norte e seu programa nuclear

Parece realmente um assunto muito distante de nós, mas a ameaça da Coreia do Norte com seu programa nuclear é um fator que pode impactar o mundo todo, ocasionando até mesmo uma nova guerra mundial.

Você pode imaginar o impacto de uma guerra mundial no mundo moderno?

12-   Atentados terroristas

Mais uma vez, não falamos de um assunto inédito. Depois do atentado de 11 de setembro, o terrorismo infelizmente está sempre presente nas notícias mundiais e em 2019 não foi diferente.

Falar de terrorismo também permite discutirmos sobre a intolerância religiosa (que já foi tema de redação no ENEM) e todos os seus malefícios. Por ser um tema persistente no cenário mundial, ele merece sua atenção.

13-  Desmatamento e queimadas na Amazônia

É inevitável pensarmos em grandes testes como o ENEM e vestibulares e não falarmos sobre ecologia e preservação da natureza. Quanto mais os anos passam, mais essas abordagens são relevantes e essenciais.

Recentemente, temos visto especial destaque às queimadas na Amazônia, que destroem uma das maiores riquezas de nosso país. Em longo prazo, qual o problema relacionado à destruição?

Resultado de imagem para desmatamento na amazonia"

14-  Doenças erradicadas

Febre amarela, sarampo, doenças sobre as quais nem mais ouvíamos dizer, mas que voltaram com grande expressão nos últimos tempos. Por quê? Qual a relação entre saneamento básico e a volta dessas doenças? E entre a eficácia das vacinas? E a migração então, uma vez que a própria febre amarela foi trazida de volta ao Brasil durante a Copa do Mundo de 2014? Pois é, querido candidato, há muito que se considerar num assunto como esse.

15-  Aumento dos transtornos mentais

Nunca antes tivemos tantos casos de ansiedade e depressão diagnosticados no Brasil e no mundo quanto atualmente. Os números crescem de maneira alarmante e muitas das justificativas estão conectadas com o estilo de vida que se leva hoje.

Não à toa, núcleos de apoio (tanto públicos quanto privados) têm sido criados a fim de compreender as razões que geram os transtornos e também de prestar ajuda a quem necessita.

E mais um “detalhe”: Você sabia que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o primeiro país no ranking de pessoas com transtorno de ansiedade? São 18,6 milhões de brasileiros. Difícil um assunto assim passar despercebido, não é mesmo?

Resultado de imagem para ansiedade"

QUERO APRENDER REDAÇÃO!

Aqui vão mais dicas para você arrebentar na redação:

10 apostas de tema de redação para o ENEM 2019

9 assuntos de sociologia para estudar antes de escrever suas redações

8 temas de filosofia para inserir em suas redações

5 formas de melhorar seu repertório sociocultural para a redação

Como escrever uma redação sem saber nada sobre o tema?

Como fazer uma boa proposta de intervenção na redação do ENEM?

Diferenças e semelhanças entre a redação do ENEM e de vestibulares

Comentários do Facebook