O impacto dos filtros na autoestima | Tema de Redação

por | jun 6, 2022

Você sempre usa filtros? Ou nem sabe o que é isso? Bem, prepare-se, porque é um tema que tem tudo para cair na sua prova de redação!

Leia os textos motivadores a seguir e, com base nos conhecimentos que você acumulou ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema ”Medidas para reduzir o impacto negativo dos filtros do Instagram sobre a autoestima”.

Não esqueça de aproveitar a lista de repertórios socioculturais que preparamos sobre o tema!

TEXTO 1

charge para redação sobre filtros no instagram

Fonte: Cosme Junior (@cfsousarj) / Twitter

TEXTO 2

Nas redes, mulheres incentivam a coragem de publicar foto sem filtro 

A psicóloga e doula Carol Oruê começou a usar os filtros nos stories do Instagram pela praticidade de aparecer em casa sem precisar se arrumar. Porém, ela percebeu que, toda vez que abria a câmera para gravar vídeos e se via sem os filtros, se incomodava com sua imagem real. “Não reconhecia pequenos detalhes do meu rosto natural, que não via por estar sempre usando os filtros”, relata.

Ela se lançou o desafio de não usar mais filtros. Apesar de parecer individual, a campanha “Sem filtros” no Instagram e outras redes sociais toma adesão de milhares de mulheres, incluindo a postagem de fotos com “peles de verdade”, com as hashtags #SemFiltro e também #SemMaquiagem, que chegam a 8.4 milhões de publicações e 89.2 mil publicações, respectivamente.

“Quanto mais usamos e abusamos de filtros, mais insatisfeitos ficamos ao olharmos no espelho. Não nos reconhecemos, desaprendemos a nos olhar com verdade. Sofremos com essa comparação”. A fala é da psicóloga e mestre em psicologia Regi Morais, que avalia como as comparações provocadas pelos filtros geram inseguranças que a gente acaba não percebendo.

Fonte: https://www.campograndenews.com.br/lado-b/comportamento-23-08-2011-08/nas-redes-mulheres-incentivam-a-coragem-de-publicar-foto-sem-filtro

TEXTO 3

Entenda a relação entre a saúde mental e os filtros do Instagram

Pesquisas mostram que, nos últimos anos, a busca por procedimentos estéticos e cirurgias plásticas aumentaram consideravelmente. Preenchimento labial, botox, peeling, laser e suspensão com fios foram os procedimentos mais procurados. Já nas cirurgias plásticas, rinoplastia, bichectomia, lipoaspiração da papada e harmonização facial também tiveram uma grande procura.

A reflexão trazida não é sobre usar ou não os filtros do Instagram, ou fazer procedimentos e cirurgias que mexem com a estética, mas, qual a relação que as pessoas estão tendo com essas mudanças? Não existe perfeição, ou seja, em algum momento poderá existir algo na parte física que a pessoa vai sentir a necessidade de fazer mudanças e esse sentimento poderá oscilar entre maior e menor.

Ao contrário de procedimentos e cirurgias, os filtros trazem a ideia de perfeição sem custar nada, fazendo com que a pessoa se veja sem defeitos e mostre uma parte irreal de quem ela é. Isso pode gerar diversos sentimentos negativos, como o de frustração e de baixa autoestima.

Texto: Eduarda Ferrari – Psicóloga Clínica (CRP: 02/17.312)

TEXTO 4

Selfies aumentam busca por plástica: ‘Quero me encaixar nos padrões’

O desafio de conseguir a selfie perfeita não é uma obsessão apenas de adolescentes. Com 373 mil seguidores no Instagram, o digital influencer carioca Wallace Robyn, 29, iniciou sua jornada de modificações faciais em busca do autorretrato ideal aos 25, quando decidiu fazer um preenchimento da mandíbula. “A nossa vida é baseada em selfies e stories e isso faz com que passemos mais tempo nos olhando e querendo nos sentir mais confiantes para cada foto ou vídeo”, contou Robyn ao VivaBem. “Isso começou quando eu editava as fotos no Photoshop para dar mais destaque no contorno do rosto. Depois, conversando com uma especialista em harmonização facial, combinamos algo que fosse dar mais destaque e ao mesmo tempo parecesse mais natural”. 

O influencer diz que, a partir daí, já investiu entre R$ 40 mil e R$ 50 mil em procedimentos estéticos, incluindo uma bichectomia para diminuir as bochechas; uma frontoplastia com avanço capilar para diminuir o tamanho da testa; e inserção de lentes de contato odontológicas para alongar os dentes. Robyn afirma que recebia muitos comentários negativos em seus posts por conta de sua aparência anterior e garante que eles mexiam com sua autoestima. “No começo, todos os comentários eu tomava como verdade, então procurava me adaptar a todos que comentavam sobre a minha aparência para mudar e agradar o máximo das pessoas”.

Atendendo em consultórios na capital paulista e em Salvador (BA), a dermatologista formada pela FTC (Faculdade de Tecnologia e Ciência em Salvador) Bárbara Carneiro também tem recebido um número cada vez maior de pacientes jovens insatisfeitos com as selfies. Alguns inclusive já a procuraram para realizar procedimentos estéticos com o intuito de adaptar seus traços aos filtros das redes sociais.

Filtros e autoestima | Repertórios para usar na redação

  1. Pesquisa: o site de pesquisa opinionbox revelou em pesquisa de 2022 que o Brasil é o 2º país em número de usuários de Instagram, atrás só dos Estados Unidos. 
  2. Conceito: o conhecido e polêmico psicólogo e professor da Universidade de Toronto, Jordan Peterson, diz o que seria a autoestima.
  3. Filme: O Amor é Cego – Hal é um homem que segue à risca o conselho de seu pai e apenas se interessa por mulheres que tenham um físico perfeito. Mas tudo muda quando ele se encontra com Anthony Robbins, um guru de auto-ajuda que o hipnotiza e faz com que ele apenas possa visualizar a beleza interior das mulheres. 
  4. Filme: D.U.F.F – A jovem Bianca descobre que foi escolhida por suas amigas do colégio como uma DUFF (Designated Ugly Fat Friend), ou seja, uma amiga que seria a “feia” para que as outras parecessem mais bonitas.
  5. Notícia: a nova rede social, BeReal é um anti-Instagram e teve um aumento de 315% de usuários em 2022. Nela ele só posta uma foto por dia e tem 2 minutos para isso. É para quem quer viver a vida real e cansou do Instagram.
  6. Reportagem: uso excessivo de filtros nas publicações das redes sociais pode indicar falta de autoestima. Confira:

Como você vê, os filtros do Instagram podem prejudicar mais do que você imaginava! Capriche e conte com a gente para a correção!

<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/margarete/" target="_self">Margarete</a>

Margarete

Margarete Pulido é redatora e professora pela USP há mais de 30 anos, e é especializada em desbloqueio de escrita. Atualmente também cuida de seu próprio blog, escrevacertoblog.wordpress.com.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM