Como é uma redação nota 1000?

por | jun 24, 2021

Existem diversos modelos de redações nota 1000 por aí. Mas você já parou para analisar a fundo o que todos estes textos têm em comum?

Você sabia que aqui no Redação Online a gente teve, pelo terceiro ano consecutivo, um aluno que alcançou a nota máxima na redação do Enem? Estou falando do Alan, o nosso aluno que tirou nota 1000 na redação do Enem 2020!

Então, para analisarmos a fundo as características de uma redação nota 1000, vamos utilizar a redação do Alan como exemplo. Portanto, preste bastante atenção nos pontos elencados abaixo, pois fizemos uma análise detalhada do texto!

1.Elementos da introdução

Vamos iniciar este tópico lendo a introdução do Alan. Lembrando que o tema de redação foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”:

Na obra “Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto, o protagonista Policarpo é caracterizado como um doente mental por familiares e colegas de profissão devido ao seu ufanismo, sendo segregado da sociedade em um hospício. Atualmente, na realidade brasileira, os verdadeiros doentes mentais são tão estigmatizados quanto o fantasioso Policarpo, sendo tratados e observados com preconceito por considerável parcela da população. Assim, faz-se necessário analisar os alicerces que sustentam esse estigma, a citar, a ausência de ensino sobre a temática e a falta de empatia característica da contemporaneidade, no sentido de buscar desbancar tais bases prejudiciais.

Uma boa introdução deve trazer a apresentação do tema, o desenvolvimento da tese (posicionamento que será defendido no decorrer do texto) e a indicação de quais serão os argumentos a serem abordados no desenvolvimento. Será que o Alan fez tudo isso na introdução? Vejamos:

Apresentação do tema:

Na obra “Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto, o protagonista Policarpo é caracterizado como um doente mental por familiares e colegas de profissão devido ao seu ufanismo, sendo segregado da sociedade em um hospício.

Neste trecho, o Alan apresenta o tema (deixa claro que irá abordar questões relacionadas a doenças mentais e a segregação social relacionada a ela). Além disso, como um “bônus”, Alan traz uma citação literária que é pertinente ao tema e foi utilizada de forma produtiva, o que garante uma nota boa na competência 2.

Tese:

Atualmente, na realidade brasileira, os verdadeiros doentes mentais são tão estigmatizados quanto o fantasioso Policarpo, sendo tratados e observados com preconceito por considerável parcela da população.

Neste trecho o candidato deixa claro o seu posicionamento, ao informar que ainda hoje o estigma é existente, assim como na obra citada anteriormente.

Sub-teses:

Assim, faz-se necessário analisar os alicerces que sustentam esse estigma, a citar, a ausência de ensino sobre a temática e a falta de empatia característica da contemporaneidade, no sentido de buscar desbancar tais bases prejudiciais.

As sub-teses são os argumentos que o aluno cita na introdução e que serão desenvolvidos nos parágrafos seguintes. Aqui temos duas sub-teses claras: ausência de ensino sobre a temática e falta de empatia.

Sendo assim, Alan “gabaritou” os elementos necessários para a introdução.

2. Desenvolvimento

Vejamos o que Alan escreveu nos 2 parágrafos de desenvolvimento:

Inicialmente, a falta de um conteúdo voltado aos transtornos mentais na formação educacional brasileira possibilita o desenvolvimento de concepções preconceituosas. No conto “O Alienista”, de Machado de Assis, um médico acaba encarcerando a população de uma cidade inteira, já que não existiam métodos precisos para reconhecer as doenças mentais, ou seja, todas as decisões dele estavam permeadas de desconhecimento. Analogamente à obra, o cidadão que não conhece, minimamente, os transtornos da mente tenderá a criar suposições erradas, tomando ações equivocadas. Logo, a ignorância e o preconceito prevalecem.

Aqui o nosso aluno precisou retomar a primeira sub-tese, que foi apresentada na introdução: ausência de ensino sobre a temática.  Percebemos que Alan conseguiu desenvolver bem este argumento, ao trazer outra citação literária (O Alienista) e conectá-la com o seu argumento aqui, demonstrando que a ausência de ensino acarreta falta de conhecimento e, consequentemente, preconceito.

Ademais, a manutenção dessa ignorância é fortalecida pelos ideais narcisistas valorizados hodiernamente, os quais, muitas vezes, desvalorizam o diferente. Segundo o filósofo Byung-Chul Han, o século XXI é dominado por uma sociedade do desempenho, na qual a individualidade é extremada em detrimento do altruísmo. Nesse panorama, o indivíduo, imerso em si mesmo, não consegue enxergar e aceitar a pluralidade de seres humanos que o circundam. Dessa forma, o cidadão brasileiro, inserido nessa lógica, nega o doente mental e classifica-o como anormal, reforçando estigmas danosos.

Neste segundo parágrafo de desenvolvimento, Alan deveria desenvolver o argumento sobre a falta de empatia (já que ele apresentou esta sub-tese na introdução). Para defender este argumento, o aluno recorre ao filósofo Byung-Chul Han e cita a individualidade exacerbada. Repare que, apesar de não ter utilizado aqui o termo “empatia”, nós conseguimos entender claramente que a falta de empatia reforça os estigmas. Ou seja, mais um argumento bem desenvolvido e com sólido repertório.

3. Conclusão e proposta interventiva

Ao desenvolver a conclusão, espera-se que o candidato retome sua tese e, em seguida, cite a sua proposta interventiva, com os 5 elementos cobrados pela banca:

Infere-se, portanto, que o preconceito associado às doenças mentais no Brasil precisa ter suas fundações desfeitas (aqui o Alan retoma a sua tese). Para tanto, o Ministério da Educação (agente) deve, com o suporte do Ministério da Saúde, inserir a discussão acerca das doenças mentais nas escolas (ação), por meio de alterações na Base Nacional Curricular Comum (meio utilizado), as quais afetarão as disciplinas de filosofia, sociologia, biologia e literatura (detalhamento), a fim de formar cidadãos mais tolerantes e conhecedores dos transtornos mentais (resultados esperados). Além disso, o Ministério da Família (agente da segunda medida interventiva) deve fomentar a empatia social (ação), utilizando-se de publicidades que valorizem atitudes altruístas (meios), visando à redução do individualismo (resultados esperados). Quiçá, nessa via, os policarpos modernos não serão segregados (retomada da citação do primeiro argumento).

Ao analisarmos a conclusão de Alan, percebemos que ele conseguiu retomar sua tese no primeiro período para, em seguida, desenvolver duas propostas interventivas. A primeira delas está completa e a segunda não está, porém, para atingir a nota máxima na competência 5, é necessário que apenas uma das propostas apresente todos os elementos. Então, por que Alan criou duas propostas? Como ele apresentou dois problemas em seu texto (a ausência de ensino e a falta de empatia), para que ele receba nota máxima na competência 3 (que avalia o projeto de texto), é ideal que também apresente soluções para todos os problemas citados. Outro “bônus” no fim do texto foi a retomada da citação de Policarpo, o que fez com que a conclusão conversasse com as outras partes do texto, e isso também é avaliado na competência 3. Arrasou, Alan!

4. Coesão textual

Para que um texto atinja a nota máxima na competência 4, que avalia a existência de recursos coesivos e o uso destes com propriedade, a redação deve apresentar elemento coesivo do tipo “operador argumentativo” entre parágrafos em, pelo menos, 02 momentos do texto e, pelo menos, 01 elemento coesivo de qualquer tipo dentro de todos os parágrafos.

Quanto aos operadores argumentativos entre parágrafos, destacamos o emprego de “ademais” (parágrafo 3) e “portanto” (parágrafo 4). Além disso, destacamos alguns outros elementos coesivos dentro dos parágrafos, para que você entenda como eles foram empregados de forma expressiva.

5. Análise do projeto de texto

Um dos pontos fracos dos alunos que se preparam para o Enem é, com certeza, o projeto de texto. Neste artigo aqui a gente já falou sobre a competência 3.

Para garantir uma boa nota nesta competência, é importante que você organize todas as partes do seu texto, e que elas conversem umas com as outras. Aqui nesta redação, o Alan conseguiu fazer isso, ao apresentar os argumentos já na introdução e retomá-los nos parágrafos de desenvolvimento. Além disso, ele também conseguiu apresentar sua tese no primeiro parágrafo e defendê-la no decorrer de todo o texto. Por fim, a tese foi retomada na conclusão. Neste último parágrafo há, também, a retomada de uma citação trazida no segundo parágrafo. Percebe-se que o texto está coerente do começo ao fim, e que todas as partes são importantes para o todo. Além disso, em nenhum momento há lacunas ou “saltos” temáticos: tudo que é trazido no texto é bem desenvolvido; todas as informações apresentadas foram inseridas por um motivo, que é explicado ao leitor de forma clara.

6. E quanto à competência 1?

Você já deve saber que, para garantir a nota máxima nesta competência, é importante que haja estrutura sintática excelente (com, no máximo, uma falha) e, no máximo, 2 desvios. É o que acontece na redação do Alan. Aqui, destacamos o fato de ele ter desenvolvido 4 parágrafos com, no mínimo, 3 períodos em cada um deles. Se houvesse escrito períodos longos, o texto seria encaixado como “estrutura sintática regular” e a nota nesta competência seria, no máximo, 120. Desta forma, o fato de desenvolver parágrafos com 3 a 4 períodos fez com que o texto não sofresse esta penalização na nota.

E aí, curtiu a redação do Alan, nosso aluno que tirou nota 1000 na redação do Enem 2020? Deixe nos comentários!

Quer ser um aluno nosso como foi o Alan e receber suas redações corrigidas em até 3 dias úteis? Acesse nosso site e garanta já o seu plano!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é ad-3-1-1024x536.jpg
<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/misraely/" target="_self">Misraely Wolfart</a>

Misraely Wolfart

Licenciada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas pela UFSC. Especialista em Educação de Jovens e Adultos. Cursando MBA em Gestão Educacional.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM