Confira alguns repertórios socioculturais que você poderia usar no Enem 2020. Não fez a prova? Use esses repertórios para treinar!

Passada a prova de redação do Enem 2020, muitas ideias sobre repertório surgem em nossa mente. Certamente, sem a pressão do momento, fica mais fácil pensar com calma sobre quais argumentos usar no texto. Além disso, conseguimos compartilhar com outros participantes nossos projetos de texto e assim fazer associações interessantes sobre a temática. Na internet, muitas pessoas disseram gostar do tema “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira” e que ele não era tão difícil de trabalhar. De fato, doenças mentais sempre estigmatizaram pessoas, mas recentemente preocupam mais a sociedade e  precisam ser alvo de políticas públicas. E você, o que achou do tema deste ano?

Neste post vamos mostrar alguns repertórios socioculturais que você poderia ter usado na sua redação para chegar mais perto da nota máxima na competência 2. Se você não fez a prova deste ano, conheça esse conteúdo para treinar a redação na nossa plataforma! Boa leitura!

1. Filme: Bicho de sete cabeças (2000)  – Enem 2020 marcou 2 décadas dessa obra!

Este drama brasileiro baseia-se o no livro autobiográfico de Austregésilo Carrano Bueno, Canto dos Malditos. Trata-se de uma história que mostra como qualquer atitude desviante, na visão de alguns, torna-se um problema mental, e as consequências disso são desastrosas. No longa, Neto (Rodrigo Santoro),  é internado em um hospital psiquiátrico após seu pai descobrir um cigarro de maconha em seu casaco. Lá, o submetem a situações abusivas. O filme, assim, funciona também como um alerta sobre a necessidade da luta antimanicomial. Mas não só isso. Além de abordar a questão dos abusos feitos pelos hospitais psiquiátricos, também aborda a questão das drogas, a relação entre pais e filho e as consequências na estrutura da família gerada pela falta de diálogo e entendimento.

2. Filme – Nise: o coração da loucura (2015)

Nise da Silveira foi uma psiquiatra brasileira que recebeu reconhecimento mundial na área. Ela mudou a forma de tratamento que os doentes mentais recebiam nos hospitais psiquiátricos, tornando-o mais humano e abolindo a violência. Assim, podemos relacionar a forma como tratavam as pessoas com doenças mentais com o estigma sobre sua condição. Ao não saber como lidar com as diferenças, a medicina usava de abusos e tratamentos experimentais e cruéis. Desse modo, além de não gerar melhorias, ainda prejudicavam mais a situação desses doentes. Assista!

3. Filme: Coringa (2019) – usamos em nossa redação-modelo Enem 2020

A história de origem de um dos maiores inimigos do Batman recebeu reconhecimento até pelo Oscar. Nela, Joaquin Phoenix dá vida à personagem e mostra como a ausência de políticas públicas eficientes pode agravar ainda mais a situação de quem sofre com doenças mentais. Então, se ainda não viu, essa é a hora! Se você quiser ver como usá-la, leia a redação feita pela nossa equipe!

4. Documentário: O holocausto brasileiro (2016)

Com produção da HBO, o documentário de 1h30 mostra o horror do Hospital Colônia, em Barbacena (MG). Nele, cerca de 60 mil brasileiros morreram vítimas da negligência e do descaso.

Na tragédia brasileira de Barbacena, os pacientes internados à força foram submetidos ao frio, à fome e a doenças. Foram torturados, violentados e mortos. Seus cadáveres foram vendidos para faculdades de medicina, e as ossadas comercializadas.

Fonte: https://exame.com/casual/filme-holocausto-brasileiro-mostra-o-horror-do-hospital-colonia/

Trata-se, portanto, de uma história densa e perturbadora, especialmente por ser real. Então, assista e saiba mais!

5. Michel Foucault: História da loucura

Nesta obra de 1961, Foucault analisa a possibilidade de existência de área psicologia a partir da construção do sujeito louco. Assim, mostra como todos aqueles que desviassem de uma dada “normalidade” aceita pela sociedade eram passíveis de se tornarem pessoas que precisassem de tratamento. Para se aprofundar um pouco mais sobre esse estudo, leia este artigo.

6. Conto: O alienista, de Machado de Assis

Então, falando na construção do sujeito louco, você já leu este conto de Machado de Assis? Certamente já deve ter ouvido falar dele. Na sua redação Enem 2020, ele poderia ser usado como repertório sociocultural. Nele, o Dr. Simão Bacamarte constrói em sua cidade natal, Itaguaí, um manicômio chamado “Casa Verde”. Assim, o objetivo era deixar lá todos os loucos da cidade e região. Desse modo, em pouco tempo o local ficou lotado. Primeiramente, tratava-se realmente de pessoas “loucas”. No entanto, Bacamarte passou a enxergar loucura em todos. Dessa maneira, a obra ajuda a mostrar como é fácil estigmatizar pessoas pelas suas supostas excentricidades. Portanto, poderia tranquilamente constar argumentação do seu texto dissertativo-argumentativo.

Pronto para consumir esses conteúdos? Nós esperamos que você tenha se saído bem na prova de redação do Enem 2020. Mas queremos ler o seu texto! Já enviou seu rascunho para a nossa plataforma? Não? Então tá esperando o quê? Conheça nossos planos e conte com a ajuda da nossa equipe de corretores de redação. Assim, você pode acalmar seu coração até vir o resultado oficial! Venha pro Redação Online agora mesmo!

redação online

 

Comentários do Facebook