TEXTO 1:

Os brasileiros estão indo “de mala e cuia” para o exterior. Dispara o número de declarações de saída definitiva do país entregues à Receita Federal, indicando o aumento da expatriação. Nos primeiros sete meses do ano, documentos registrados na instituição somavam 94% do total de declarações registradas em todo o ano passado, que já havia sido recorde, com 23.149 comunicados. Neste ano, a expectativa é de que essa quantidade seja superada, pois até 28 de julho haviam sido apresentados 21.873 documentos.

A onda migratória de brasileiros vem tomando corpo desde 2016, quando a crise política e econômica se agravou e houve o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) – Falamos sobre esse momento aqui. Enquanto em 2015, 14.920 deixaram o país em definitivo, no ano seguinte, esse contingente subiu 41%, chegando a 21.040. O levantamento mostra também que, de 2011 a 2018, houve um aumento de 183% nas declarações, que passaram 8.170, em 2011, para 23.149.

O Departamento de Estado do governo norte-americano aponta aumento de 27% na concessão de vistos para emigrantes brasileiros, passando de 3.502, em 2017, para 4.458, em 2018.

Fonte

TEXTO 2:

Aumentou o número de profissionais brasileiros que estão deixando o país. Uma emigração qualificada de graduados, especialistas, mestres e doutores brasileiros que enxergam fora do país um futuro melhor para si e para suas famílias.

Ancorados na lógica de continuar suas vidas e carreiras profissionais na América do Norte, este é o novo perfil de brasileiros emigrando para os Estados Unidos. Esta grande virada tem dado uma diferente roupagem ao imigrante brasileiro que, há pouco mais de dez anos, ia aos EUA para atuar em serviços mais operacionais e braçais, mas que hoje aposta em suas capacidades intelectuais para consolidar a nova vida no novo país.

Esta emigração de brasileiros qualificados já é considerada uma fuga de capital humano, e que pode ser verificada em números. Em 2011, a Receita Federal brasileira registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas. Em 2017, pelo menos 21.701 saídas definitivas foram registradas – um aumento de 165%. Já em 2018, foram 22.538. Muito além de viver em outro país, os emigrantes levam na mala projetos de empreendedorismo e trabalho, além de suas carreiras profissionais e experiências consolidadas no Brasil.

A descoberta mais recente das possibilidades de vistos que premiam com documento de residência permanente profissionais estrangeiros altamente qualificados – conhecido como “visto Einstein” – contribuiu para essa fuga em massa de brasileiros intelectuais para os EUA. Estes novos imigrantes brasileiros estão em busca de uma espécie de novo sonho americano: empreender e alçar voos maiores e sem fronteiras em suas carreiras profissionais.

Ainda sobre empreendedorismo, confere:

Engenheiros, profissionais da saúde, professores, escritores, atletas, cientistas, músicos, administradores formam uma verdadeira onda de novos profissionais brasileiros que estão sendo absorvidos silenciosamente no mercado de trabalho americano pela porta da frente, muito longe da polêmica imigração ilegal pela fronteira dos EUA com o México.

É importante lembrar que estes jovens profissionais brasileiros que internacionalizam suas carreiras raramente voltam a residir no Brasil. Um momento que exige reflexão e ações por parte dos governantes, para que políticas de retenção dessa força jovem passem a ser formuladas e implementadas. Medidas que possam convencer o profissional jovem brasileiro de que o país é mais atrativo que outras nações mundo afora. Enquanto isso, a epidemia de “fuga de cérebros” segue intensa.

Fonte

TEXTO 3:

Fonte

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Aumento da emigração de brasileiros”.

QUERO USAR ESSE TEMA!


Leia também:

Tema de redação: O poder do autoconhecimento na sociedade

Tema de redação: Promoção da saúde e bem-estar

Tema de redação: A liderança move o mundo

11 alusões históricas para usar em suas redações

Dados confiáveis para usar nas redações

Comentários do Facebook