Tema de redações para ENEM e Vestibulares 2016: Mais médicos

por | fev 8, 2016

Veja um tema para você treinar suas redações, que a equipe do Redação escolheu!

Texto 1:

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais.

Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de municípios com maior vulnerabilidade social e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), o Governo Federal garantirá mais médicos para o Brasil e mais saúde para você.

A iniciativa prevê também a expansão do número de vagas de medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil.

Fonte: Ministério da Saúde

Texto 2

Programa Mais Médicos não passa de maquiagem no SUS

A  saúde representa um  dos  maiores índices de  reprovação governo da  presidente Dilma Rousseff. Praticamente três em cada quatro brasileiros (74%) desaprovam as  medidas de atendimento na rede pública de saúde, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada em março deste ano. Na tentativa de reverter esse índice, o governo federal lançou o programa Mais Médicos com o objetivo de ampliar o número de profissionais  brasileiros e estrangeiros atuantes na rede pública de saúde em cidades do interior e nas periferias dos grandes centros.

“Esse plano, totalmente inconsistente, não passa de uma maquiagem do sistema”, afirma o oftalmologista Hilton Medeiros. Segundo ele, os médicos não vão para o interior por total falta de  estrutura para trabalhar. “De  que  adianta instalar um  profissional num puxadinho de madeira improvisado às margens do Rio Amazonas sem água potável, sem fio para sutura, sem seringa, sem maca? Hoje, infelizmente, os profissionais que trabalham com atenção básica no Brasil fazem isso por vocação, não por reconhecimento”, completa.

Alegar que não há médicos o suficiente no país é uma falácia. O estudo “Demografia Médica no Brasil”, divulgado no final de 2011, mostra que, em termos absolutos, o Brasil é o quinto país do mundo com o maior número de médicos. São ao todo 371.788 profissionais, 4,05% da população médica mundial e 19,2% dos médicos das Américas. Está atrás apenas da China (1.905.436), Estados Unidos (793.648), Índia (640.801) e Rússia (614.183).

Fonte: Blog do Callado

Texto 3:

Os médicos estrangeiros que participam do Programa Mais Médicos, do governo federal, mostraram mais interesse de trabalhar em regiões brasileiras menos necessitadas do País e deixaram em últimos lugares justamente as áreas mais carentes. Levantamento divulgado hoje pelo Ministério da Saúde aponta que, dos 715 profissionais que quiseram participar dessa empreitada que tem a marca pessoal da própria presidente Dilma Rousseff, 204 foram selecionados para a Região Sul do País, depois de um cruzamento de dados de regiões de interesse apontadas pelos candidatos.

A assessoria do Ministério explicou que a maior parte das cidades apontadas está localizada em áreas de fronteira e atribuiu o maior interesse pela região ao fato de muitos dos interessados serem argentinos. O maior número de concorrentes é de espanhóis, seguidos por portugueses e, depois, por médicos do país vizinho.

A Região Sudeste foi a segunda que teve mais municípios selecionados pelos interessados, um total de 162. No Nordeste, 153 médicos receberam o aval da Saúde. Já as Regiões Norte (137) e Centro-oeste (59) foram as que despertaram menor interesse dos profissionais. Juntas (196), elas tiveram menos citações do que o Sul.

O Ministério informou que o Mais Médicos registrou adesão de 3.511 municípios e que a seleção de profissionais começou com candidatos brasileiros, um total de 938. Agora, o governo completa a lista com os 715 estrangeiros, que foram divididos em dois grupos. O primeiro, formado por 521 clínicos, é o de “estrangeiros de fato”. O segundo, que conta com 194 pessoas, foi criado com brasileiros que se formaram no exterior e que recebem esse tratamento diferenciado porque não têm diploma validado no Brasil.

No ato da inscrição ao programa, os interessados deviam, além de entregar a documentação, escolher seis cidades de interesse entre as que aderiram ao programa. Cada uma das cidades tinha de apresentar um perfil, como ser de grande ou pequeno porte ou estar numa região metropolitana, por exemplo. O Ministério, em seguida, realizou um cruzamento de dados com os municípios de interesse e a necessidade de médicos com o objetivo de preencher o maior número de vagas possível. A lista divulgada pelo governo hoje, portanto, continha o nome do médico e o lugar para onde ele foi selecionado entre os municípios pré-indicados por ele mesmo. Os profissionais terão até segunda-feira para confirmar o interesse na vaga.

Fonte: Municípios Baianos

Com base nos textos motivadores acima, escreva uma dissertação sobre o tema: A relevância do programa Mais Médicos para a saúde brasileira


mais medicos

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM