Sinônimos para a redação: saiba por que você deve utilizá-los

por | jun 10, 2021

Sinônimos são termos que têm o mesmo (ou quase o mesmo) sentido que outros. Mas por qual motivo devemos utilizá-los então, já que ambos os vocábulos teriam o mesmo significado? Veja, a seguir, uma lista com razões para fazer isso!

Você já parou para escrever um texto e, ao parar para lê-lo em voz alta, percebeu que ele ficou “truncado”, com várias repetições de termos, e que a leitura não fluiu como deveria? Talvez você tenha sentido um “estranhamento” e não soube definir o motivo disso.

Utilizar a mesma palavra na escrita, várias vezes, faz com que o leitor também sinta que a redação não está fluida, talvez pense até que o texto está monótono, e este leitor pode perder o interesse na sua redação no meio do caminho. Como a gente não quer que isto aconteça, listamos abaixo alguns motivos para você se preocupar mais com os sinônimos em seu texto. Vamos lá?

1.Melhora da coesão textual

A coesão textual trata dos mecanismos que permitem a harmonia e a conexão entre os elementos de um texto. Para isto, utilizam-se preposições, conjunções, advérbios e locuções. Além destes, outras ferramentas podem ser utilizadas para dar à redação a harmonia e fluidez esperada: é o caso dos sinônimos!

Para entendermos melhor isto, vamos reformular a introdução de um texto que recebeu nota máxima no Enem, e logo abaixo inserir a introdução originalmente criada pela aluna:

No filme “Matrix“, clássico do gênero ficção científica, o protagonista Neo é confrontado pela descoberta de que o mundo em que vive é, na realidade, uma ilusão construída a fim de manipular o comportamento dos seres humanos, que, imersos em máquinas que mantêm seus corpos sob controle, são explorados por um sistema distópico dominado pela tecnologia. Embora seja um filme, o filme apresenta características que se assemelham ao atual contexto brasileiro, pois, assim como no filme, os mecanismos tecnológicos têm contribuído para a alienação dos brasileiros, sujeitando-os aos filtros de informações impostos pela mídia, o que influencia negativamente seus padrões de consumo e sua autonomia intelectual.

Vejamos, agora, a introdução criada pela candidata Fernanda Carolina Santos Terra de Deus:

No filme “Matrix“, clássico do gênero ficção científica, o protagonista Neo é confrontado pela descoberta de que o mundo em que vive é, na realidade, uma ilusão construída a fim de manipular o comportamento dos seres humanos, que, imersos em máquinas que mantêm seus corpos sob controle, são explorados por um sistema distópico dominado pela tecnologia. Embora seja uma obra ficcional, o filme apresenta características que se assemelham ao atual contexto brasileiro, pois, assim como na obra, os mecanismos tecnológicos têm contribuído para a alienação dos cidadãos, sujeitando-os aos filtros de informações impostos pela mídia, o que influencia negativamente seus padrões de consumo e sua autonomia intelectual.

Link para a redação: http://portal.mec.gov.br/images/stories/noticias/2019/outubro/24.10.2019redacaolink7.pdf

Repare que, na primeira versão, o texto não está harmônico, a leitura está difícil e menos prazerosa. O uso de sinônimos, feito pela candidata, foi o que permitiu a melhora na coesão do trecho!

Além disso, na versão original há apenas uma repetição do termo “filme”. Isso, isoladamente, não prejudica a coesão do texto, pois devemos olhar para ele como um todo. No contexto geral, a repetição não foi o “fim do mundo” e não prejudicou a nota da candidata.

2. Vocabulário ampliado

Ao procurar introduzir sinônimos no texto, para evitar repetições, você perceberá que seu vocabulário será ampliado. Assim, você irá incorporar os sinônimos no seu dia a dia e, quando menos esperar, estará falando (escrevendo) “obra cinematográfica” em vez de “filme” e irá impressionar todo mundo com o seu riquíssimo conhecimento sobre a nossa língua – mas sem exageros, ok?

3. Tornar o texto mais atrativo para o leitor

Lembra que falamos, no início deste artigo, sobre textos monótonos? Existem assuntos que são considerados “interessantes” por uma maior quantidade de pessoas, certo? Apesar de haver textos que não sejam instigantes para todo mundo, não significa que estes precisem ser monótonos. Sendo assim, é possível escrever sobre um tema menos “favorecido” de uma forma que esta produção não fique enfadonha. Para captar o interesse do leitor, diversos mecanismos devem ser empregados e, dentre eles, estão os sinônimos! Portanto, utilize isto como uma ferramenta a seu favor.

4. Informação extra

Se você pensa que é difícil empregar sinônimos em uma redação, saiba que isso não é impossível. Ao terminar o seu texto, circule os termos repetidos e pense em palavras que tenham o mesmo sentido (ou um sentido aproximado) para inserir no lugar daquelas. Foi isto que fizemos aqui neste artigo!

Dica final

Para saber quais sinônimos usar, sugerimos o site SINÔNIMOS, no qual você digita a palavra que já utilizou para receber indicações de palavras com o mesmo significado (ou quase o mesmo). Tente criar a sua própria lista de sinônimos antes de praticar redação! Temos certeza que irá te ajudar!

Agora que você já sabe por que utilizar sinônimos, comece a escrever suas redações com um vocabulário ampliado para atrair o leitor! Após escrever seus textos, não se esqueça de enviá-los em nossa plataforma para receber a correção de nossos professores em até 3 dias úteis!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é ad-3-1-1024x536.jpg
<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/misraely/" target="_self">Misraely Wolfart</a>

Misraely Wolfart

Licenciada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas pela UFSC. Especialista em Educação de Jovens e Adultos. Cursando MBA em Gestão Educacional.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM