Estude com o Redação Online em 2021! Aproveite nosso cupom de desconto VOUPASSAR35 em qualquer plano do site.

Diferenças entre a redação do Enem e a redação para concursos

por | fev 18, 2021

Conheça aspectos que diferenciam uma redação Enem da redação para concursos e prepare-se para se dar bem nas duas modalidades!

Independentemente do objetivo,  se entrar numa universidade ou conseguir aquela sonhada vaga como servidor público, conte que uma redação pode estar no seu caminho. Isso aí! Muitos processos seletivos do país exigem dos candidatos que eles demonstrem habilidade com a linguagem formal da língua. Além disso, verificam a capacidade linguística dos concorrentes para discorrer coerentemente sobre alguma temática relevante ao cargo que pretendem ocupar. Como já dissemos outras vezes aqui no blog, a oportunidade de escrever um texto serve para que o candidato coloque a sua individualidade em jogo. Não se trata, porém, de julgar suas opiniões pessoais, mas, sim, a sua capacidade de colocá-las de modo claro no papel. Portanto, saber se expressar bem é muito importante não só no Enem, mas também na redação para concursos.

Em virtude de ser um dos poucos momentos em que o participante pode se expressar livremente, ele é bastante valorizado. Não é à toa que as provas de redação, seja no Enem ou em vestibulares e concursos, têm uma pontuação ou peso maiores. Trata-se de valorizar o candidato que se esforçou para aproveitar a oportunidade de mostrar seu ponto de vista à banca. Em contrapartida, candidatos que não se empenham tanto assim têm grandes chances de ter que repetir a prova diversas vezes.

A concorrência é muito acirrada, em função das poucas vagas para a quantidade de pessoas que pretendem entrar na carreira federal, estadual ou municipal. Assim, é preciso foco, treino e prestar atenção em alguns detalhes. Então, se você está se preparando para o Enem e também de olho nas vagas em concursos, preste atenção nas dicas. Afinal, nem tudo que serve para uma prova serve também para a outra. Vamos lá?

Gênero textual

Para saber o gênero cobrado na prova que você vai fazer, é imprescindível ler o edital. Em concursos, o mais comum é a dissertação expositiva que, diferentemente do texto dissertativo-argumentativo do Enem, não exige que você elabore uma proposta de intervenção. Uma dissertação expositiva analisa, interpreta e explica ou avalia dados concretos da realidade. Mas, de forma diversa à dissertação-argumentativa, a construção do texto não visa ao “convencimento” do leitor sobre o ponto de vista. Trata-se mais, portanto, de expor um panorama mais geral sobre um algum assunto, evidentemente a partir do ponto de vista do autor. Embora existam essas diferenças, ambas as formas de escrita têm algumas características em comum:

  • exigem que o autor/emissor reflita sobre alguma questão e posicione-se criticamente sobre ela;
  • referem-se ao momento presente, mas escritas de modo que se entenda a qualquer tempo (atemporais);
  • contêm uma introdução (apresentação do assunto foco da reflexão), argumentação (destacando o ponto de vista do autor) e conclusão;
  • têm uma linguagem denotativa (mais objetiva);
  • há impessoalidade. Ou seja, o foco não está no autor, mas no assunto. Por essa razão evita-se a 1ª pessoa do singular, predominando o texto em terceira pessoa.

Necessidade de título

O Enem não exige título nas redações, sendo uma opção do candidato usá-lo. Mesmo que exista título, ele não é avaliado em nenhuma das competências, apenas serve para a contagem de linhas utilizadas. Já nas provas para concurso, se o comando de prova ou o edital solicitarem, é necessário colocar título no texto – o que é, às vezes, uma grande dor de cabeça para algumas pessoas. Isso porque, se exigido, ele certamente será avaliado. Desse modo, precisa ser bem escrito. Veja o vídeo a seguir para você saber algumas dicas sobre como escrever um bom título, coerente com o tema e a tese desenvolvidos na dissertação.

Argumentação

Em qualquer dissertação, uma boa argumentação é fundamental para que ela seja bem avaliada. No entanto, sabemos que o Enem faz algumas exigências que nem sempre precisam constar nas provas para concursos. Por exemplo, usar uma fundamentação com base nas áreas do conhecimento. Evidentemente, há necessidade de que você use exemplos e dados verídicos para sustentar seu ponto de vista, e quanto melhor usar isso, mais alta será a nota. No entanto, algumas construções mais “imprecisas”, que remetem ao senso comum, como “sabe-se”, por exemplo, não são, em geral, punidas nas redações expositivas de concursos. Portanto, caso você tenha conhecimento sobre o assunto, mas não lembre exatamente a fonte, ou é algo que de forma geral as pessoas pensam sobre, pode usar essas expressões mais genéricas no seu texto.

Mas, cuidado! Elabore bem seus argumentos, busque o máximo de respaldo que puder e exemplos, pois isso sempre enriquece o desenvolvimento do texto e o torna mais interessante. Além disso, tome muito cuidado para não cair em contradição, pois em qualquer redação isso é um erro quase fatal. Evite cópias dos textos motivadores, mas inspire-se neles caso tenha sido pego de surpresa com o assunto da prova.

IMPORTANTE: Fuja de modelos prontos encontrados na internet. Enquanto isso ainda funciona (mesmo que mal) no Enem, saiba que não é tolerado nos concursos nem nos vestibulares!

Modalidade escrita formal

É corrente entre os “concurseiros” que as as provas de Língua Portuguesa buscam pedir a exceção da exceção nas questões, ou seja, uma gramática normativa “severa”. Geralmente, isso é feito para “peneirar” os candidatos, cobrando-se, muitas vezes, questões difíceis demais e bastante específicas. Esse mesmo cuidado com as questões objetivas deve ser tomado com a redação para concursos. Devido ao grande volume de candidatos para poucas vagas, a aprovação pode acontecer por detalhes. Além disso, há uma diferença de público. Enquanto no Enem lidamos com estudantes recém-saídos do ensino médio – ou que ainda estão cursando -, nos concursos a maioria dos candidatos já é formada (dependendo do cargo), portanto, o nível de exigência aumenta. Assim, enquanto alguns desvios são tolerados nas redações Enem, nos concursos qualquer errinho conta, negativamente, para a nota. Desse modo, foque em estudar bem a gramática!

Essas são algumas dicas para você ficar atento(a) na hora de fazer uma redação para concursos. Acima de tudo, leia sempre os editais para saber o que esperar da prova. Além da dissertação, outros gêneros podem aparecer, como carta aberta, editorial, artigo de opinião, crônica, entre outros. Portanto, conheça-os bem.

E se você estiver se preparando para algum concurso e não sabe ainda se está mandando bem na redação, conheça nossa plataforma! Aqui no Redação Online nossa equipe também está preparada para ajudar você a conquistar o emprego dos sonhos! Escolha um tema, anexe os critérios de correção da redação do seu concurso e escreva seu texto! Pronto! Em até 3 dias úteis você recebe a nota e o feedback com dicas para escrever cada vez melhor! Não espere mais! Venha pra nossa plataforma!

[maxbutton id=”5″]

<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/claudiabechler/" target="_self">Cláudia Bechler</a>

Cláudia Bechler

Bacharela e Licenciada em Letras Português e Literaturas de Língua Portuguesa pela UFSC. Mestra em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da UFSC.
Assine um plano do Redação Online

Posts relacionados

Como estudar redação para o Enem 2021?

Como estudar redação para o Enem 2021?

Vai fazer o ENEM 2021? Então você deveria aprender como estudar redação, pois ela representa 20% da nota total da prova! Diferentemente do que todo mundo imaginou, 2021 também será um ano de muitos desafios para quem fará o Enem. Certamente, todo mundo queria já estar...

Como funciona o ProUni?

Como funciona o ProUni?

O ProUni é um dos processos seletivos mais importantes ligados ao Enem! Confira a seguir como funciona! Criado em 2004 pelo governo federal, o Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de graduação e de...

Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM